Ypiranga aprova escalação de Vuaden, se vê “vivo” e diz o que espera do Grêmio: “Que jogue como time grande”

Direção do Ypiranga fez uma projeção otimista da final de sábado na Arena, em Porto Alegre

Publicidade

Apesar da derrota de 1×0 no jogo de ida em casa e de não ter vencido como visitante no Gauchão de 2022 até agora, o Ypiranga se vê bem vivo e com chances de obter o título diante do Grêmio, na Arena, na partida da tarde deste sábado, 16h30. Neste sentido, o presidente do clube Adílson Stankiewicz conversou com a reportagem da Rádio Gre-Nal na manhã desta sexta.

O time de Erechim também demonstra não ter preocupação com a presença do experiente árbitro Leandro Pedro Vuaden no comando da partida:

Veja também:
1 De 5.992

“O Vuaden é um grande árbitro. Tenho certeza que vai dar tudo certo amanhã, no quesito arbitragem, não vamos ter do que reclamar”, disse o mandatário, antes de complementar:

“A gente respeita muito o Grêmio, mas não temos medo não. Espero que o Grêmio jogue como time grande, não jogue como time pequeno, colocando a bunda lá atrás. O Ypiranga vem vivo a Porto Alegre”, ampliou.

Para sonhar com o título, o Ypiranga precisa vencer por dois gols de diferença no tempo normal para ficar com o título. Como não há saldo qualificado na decisão, uma vitória por um gol levaria para os pênaltis. Já o Grêmio necessita de um simples empate para ser pentacampeão.

Da parte do Grêmio, a preparação será finalizada durante esta tarde, quando o zagueiro e capitão Pedro Geromel concederá coletiva de imprensa em nome do grupo.

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas