Vitão concorda com expulsão e assume culpa por derrota do Inter: “Nas minhas costas”

Zagueiro do Inter foi expulso logo no começo da partida contra o Coritiba

Após ser expulso logo cedo na derrota de 4×3 do Inter para o Coritiba, no Beira-Rio, neste domingo, pelo Brasileirão, o zagueiro Vitão fez questão de chamar a responsabilidade pelo resultado em entrevista pós-jogo. Ele admitiu estar “triste” com a situação e reconheceu que o cartão vermelho foi correto:

“Triste. Mas minha família me ensinou a arcar com as consequências e a ser homem. Me desculpei com os colegas, assim como me desculpei com a torcida também. É isso. Essa derrota podem colocar nas minhas costas, fui expulso muito cedo. Vou continuar trabalhando para elevar meu desempenho nas próximas partidas”, disse Vitão, antes de ampliar:

Veja também:
1 De 6.099

“É um lance muito rápido. Fui para tentar acertar a bola, não a falta. Ele deu o bico e acertei ele. Era para expulsão mesmo, eu era o último homem e ele iria sair cara a cara. Vou trabalhar mais para melhorar”, prometeu.

Coudet absolve Vitão

Em sua habitual coletiva de imprensa pós-jogo, o técnico colorado Eduardo Coudet absolveu Vitão e não quis culpar nenhum jogador pelo inesperado resultado em casa, que praticamente tira as chances de classificação à Libertadores restando oito partidas ainda:

“Não foi culpa de Vitão. Todos nós sofremos a expulsão e eu sou o responsável pelo que aconteceu com o time. Não é um jogador que é o responsável pela derrota”, afirmou Coudet em frente aos repórteres.

Sem Vitão, Johnny e Mauricio, todos suspensos, mas com as voltas de Gabriel Mercado e Wanderson, o Inter volta a jogar na quarta-feira, às 19h, em casa, frente ao América-MG.

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas