Tiago Nunes cita titular do Grêmio com potencial de convocação e não vê vantagem física para o Gre-Nal de domingo

Técnico gremista abordou diversos pontos em sua coletiva de imprensa deste domingo

Publicidade

Com um gol, uma assistência e mais uma grande atuação, o atacante Ferreira voltou a roubar a cena a favor do Grêmio neste domingo na vitória de 2×0 sobre o Caxias e, como já esperado, recebeu uma chuva de elogios do técnico Tiago Nunes em sua coletiva de imprensa pós-jogo. Para o comandante, o futuro do jogador é na Seleção caso mantenha o atual ritmo.

Nunes lembrou de um duelo antigo contra o Ferreira no Paraná e citou que desde aquela época já o queria tê-lo sob comando em seus times:

“Eu conheço o Ferreira já há algum tempo, não só daqui da base do Grêmio onde eu acompanhava ele, mas em 2018 ele jogou pelo Toledo e jogamos contra, eu pelo Athletico, naquele ano fui campeão paranaense, e ele foi um atleta monitorado. Inclusive tentamos levar ele pra lá naquele ano porque chamava muita atenção pela sua capacidade de desequilíbrio, seu drible, sua criatividade, sua velocidade. É um jogador de muito potencial, um cara que faz gols, que consegue ter essa qualidade toda. Nós vamos internamente debatendo, tentando ajudá-lo pra potencializar o que ele tem de melhor. A gente tem tentado fazer com que ele se torne um jogador mais dinâmico do que ele já é, e eu estou muito satisfeito com o que ele tem apresentado e tenho certeza que, a médio e longo prazo, ele pode continuar nessa crescente ganhando confiança de se tornar um atleta não só em alto nível para o Grêmio, mas também pensando em outros horizontes como Seleção”, resumiu o chefe.

Parte física do Gre-Nal

Honrado por poder disputar os seus primeiros Gre-Nais comandando o profissional do Grêmio, Tiago Nunes não entende que o seu time terá vantagem física, no domingo, 16h, no Beira-Rio, pelo fato de o Inter ter a longa viagem dessa semana à Venezuela para pegar o Táchira pela Libertadores na terça-feira.

O treinador lembrou, por exemplo, que a situação vai se voltar contra o Grêmio na semana que vem antes da decisão estadual na Arena, uma vez que o tricolor estará na quinta-feira na mesma Venezuela pegando o Aragua pela Sul-Americana.

“Não tem como ter avaliação exata sobre isso. Viagens sempre desgastam e são mais difíceis, mas na outra semana quem vai fazer uma viagem longa é o Grêmio. Então no final das contas acaba tudo muito equilibrado. É um jogo tão especial e importante, que a superação e força de vontade dos atletas acaba equiparando tudo isso. O importante é fazer um bom jogo independente de viagens ou sequência de jogos”, terminou.

O Grêmio, que visa o tetracampeonato estadual seguido, fará o jogo da volta em casa por ter construído uma campanha melhor que o rival.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)