fbpx

“Sabe por que o Inter não é o Santos?”: o desabafo de Potter contra o torcedor colorado que vaiou Estêvão

Luciano Potter, jornalista do Grupo RBS, fez um desabafo sobre a situação no Beira-Rio

Identificado com o Inter, o jornalista Luciano Potter usou o seu espaço no Sala de Redação, da Rádio Gaúcha, para protestar contra os torcedores colorados que vaiaram o jovem meia Estêvão, de 20 anos, durante o segundo tempo do empate em 0x0 contra o Avaí, no Beira-Rio, domingo, pelo Brasileirão. Para o comunicador, atitudes como essa deixam o clube longe de se tornar semelhante ao Santos, que é referência nacional no lançamento de garotos.

Potter, em tom de desabafo, questionou a “inteligência” do torcedor que saiu de casa disposto a vaiar um jogador logo em sua estreia no profissional:

“Sabe por que o Inter não é o Santos no lançamento de garotos? Porque a torcida não quer que seja. Ontem a torcida vaiou o Estêvão. O guri ontem deu os primeiros passos no futebol profissional e já foi vaiado. Preciso botar fora esse desabafo. É uma falta de inteligência desse cidadão que sai de casa e os primeiros minutos de um menino, que não foram bons, começa a vaiar. Aí depois vai nas redes sociais dizer: ‘Ah, o Inter não aproveita garotos’. É de uma burrice profunda vaiar o guri dessa maneira. Assim, Inter nunca vai ser o Santos e os guris vão estrear com 26 anos”, disse Potter – veja abaixo:

Estêvão ganhou apoio do grupo do Inter

Nomes importantes do time e do vestiário colorado com Taison e Edenilson apoiaram publicamente o jovem meia, que fez o seu desabafo no Instagram pós-jogo. Ele admitiu que a estreia no time de cima “não foi a que eu imaginava”:

“Depois de mais de 10 anos de batalha, o dia que mais sonhei chegou. Não foi a estreia que eu imaginava, tanto pelo resultado quanto pelo meu desempenho. Mas Deus sabe de todas as coisas. Agradeço primeiramente a Ele, a minha família, amigos e a todos que me ajudaram durante toda essa jornada, direta ou indiretamente. Foram anos de luta e abdicação para chegar esse momento. Em especial agradeço ao gigante Internacional pela oportunidade de poder realizar meu sonho, e também ao torcedor colorado, que sempre nos apoia e torce em todos os momentos. Prometo dedicação e trabalho ainda mais forte. Agradeço o apoio e as críticas, pois tanto um quanto o outro me farão aprender e a evoluir”, postou Estêvão.

Uma outra cena que chamou a atenção pós-jogo foi a iniciativa do técnico Mano Menezes, acompanhado por Taison, em orientar o garoto ainda no gramado do Beira-Rio:

No Brasileirão, o Inter terminou a rodada em 8° lugar com 7 pontos e agora na próxima partida do certame visita o Juventude, domingo, às 19h. Antes, na quinta-feira, joga pela liderança da Copa Sul-Americana contra o Guaireña, no Paraguai, às 19h15.

Clique nos títulos em destaque abaixo para ler mais sobre o Inter:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas