Roger lembra título que venceu com o Grêmio e já pensa na decisão: “Queremos mais”

Técnico Roger Machado leva o time de Caxias do Sul à grande final estadual

Publicidade

Após um bom começo de temporada e uma oscilação logo a seguir, o Juventude, sob comando de Roger Machado, ex-Grêmio, voltou de vez aos trilhos e chegou ao melhor momento em 2024 até agora com a classificação à final do Gauchão. A vaga veio em uma emocionante disputa por pênaltis contra o Inter, que segue sem ir à decisão estadual desde 2021.

Para Roger, a sensação é de dever cumprido, mas todo o Juventude “quer mais”. Ele, em coletiva depois da classificação na semi, ainda lembrou do título do Gauchão de 2022 que venceu dirigindo o Grêmio:

“A sensação, até o momento, é de dever cumprido. Mas nós queremos mais. Para mim, representa que dois anos depois de vencer o Gauchão estou novamente na final da competição. Para o grupo que estamos montando, é a oportunidade de fazer história no clube. E para o Juventude, como instituição e voltando para a Série A, podendo disputar uma final de Campeonato Gaúcho mostra que o planejamento vem sendo bem feito e que isso não é o final e, sim, o começo de um ano que tem muito a se desenrolar”, afirmou Roger, em declaração recuperada pelo Globoesporte.

“Era importante mesmo fora de casa estar compactado e não permitir que ele conectasse os seus principais jogadores para abastecer os mais decisivos. Preenchendo o meio e tendo uma pressão alta no portador da bola, sobretudo no meio-campo. Para que Wanderson, Maurício e Bustos tocassem menos na bola. A gente se propôs a fazer com que eles trocassem esse caminho e que ele fosse menos bem sucedido. Felizmente, isso aconteceu nos dois jogos com imposição física e técnica”, acrescentou, sobre a parte tática do jogo.

Roger x Grêmio?

E é bem possível que a final do Gauchão envolva o Juventude, de Roger, contra o próprio Grêmio. Nesta terça-feira, às 21h, na Arena, o tricolor pode até empatar para passar sobre o Caxias, já que venceu a ida no Centenário pelo placar de 2×1.

Leia mais notícias:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas