Roberto Melo pede demissão e deixa o Inter; nome de Giovanni Luigi é especulado

Publicidade

O que já vinha sendo esperado pela torcida do Inter há algum tempo se oficializou nesta quinta-feira. Depois de conversar com o presidente Marcelo Medeiros e demonstrar estar bastante “chateado”, Roberto Melo pediu demissão e está fora do clube. Ele ocupava a vice-presidência de futebol desde janeiro de 2017, quando a atual direção entrou no comando.

“Esta não era uma saída prevista, não era um movimento previsto. Eu conversei com o Roberto no início da tarde. Ele estava muito chateado e manifestou o seu desejo de sair. Foi uma decisão íntima e acatada pelo Conselho de Gestão. O Rodrigo Caetano passa a comandar o futebol até o final do ano”, declarou Medeiros em coletiva durante a tarde.

Em nota oficial, o Inter informou que, junto com Melo, o diretor de futebol Adauri Silveira também sai:

“O Internacional comunica que Roberto Melo pediu desligamento do cargo de Vice-Presidente de Futebol do Clube. Com ele, deixa também o departamento o diretor Adauri Silveira. O Conselho de Gestão agradece pelos serviços prestados e a dedicação de ambos nesses três anos”, diz o comunicado.

Medeiros não cita nomes

Até dezembro, isto é, nos três jogos restantes do Brasileirão, o executivo Rodrigo Caetano terá o papel de comandar o futebol. Medeiros, na coletiva, evitou falar em nomes para o cargo, que é estatutário.

Nas redes sociais, alguns jornalistas citaram o nome do ex-presidente Giovanni Luigi como alguém do agrado do atual Conselho de Gestão. Luigi também integrou o futebol antes de presidir o clube entre os anos de 2011 e 2014.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)