Renê também defende permanência de Coudet, mas admite: “Ano de eleição é complicado”

Lateral-esquerdo gostaria de ver a continuidade de Coudet no comando colorado

Publicidade

Assim como o meia Mauricio, o lateral-esquerdo Renê também defende a permanência do atual técnico Eduardo Coudet para a temporada de 2024 no Inter. Depois da goleada de 7×1 em cima do Santos, no domingo, no Beira-Rio, pelo Brasileirão, o defensor canhoto reforçou a importância da “continuidade”, mas lembrou que se trata de um ano eleitoral no clube:

“Sabemos que continuidade é importante, mas ano de eleição é complicado. Às vezes, a oposição ganha e quer trocar o treinador. O presidente que está aqui pode trocar. Se fosse para escolher, a continuidade nos ajudaria. Estamos acostumados com a maneira de jogar”, avaliou Renê, em declaração recuperada pelo Globoesporte.com.

Veja também:
1 De 5.995

No momento, o que já se sabe publicamente é que os dois candidatos a comandar o clube no triênio 2024/2026, Alessandro Barcellos e Roberto Melo, entendem que a permanência de Coudet deixará o time no caminho certo para a retomada de títulos a partir do ano que vem.

O que diz Coudet

Coudet, no entanto, garante estar focado apenas no “jogo a jogo”, querendo fazer o Inter subir na tabela do Brasileirão nas 10 rodadas restantes. Ele falou o seguinte na coletiva depois da vitória sobre o Santos:

“Quero ser claro que estamos concentrados. Convivo todo dia com política de clube, vocês sabem da minha relação com o presidente. Pensamos no Inter e o Inter deve pensar no próximo jogo. Até dia 31 de dezembro eu visto a camiseta do Inter 100%”, afirmou.

O próximo desafio de Coudet no Inter ocorre já nesta quinta-feira, a partir das 19h, fora de casa, diante do Vasco da Gama, que está na zona do rebaixamento. O colorado, por sua vez, é o 12° com 35 pontos.

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas