Renato lembra frase do presidente do Inter, pede mais reforços e elogia Geromel: “Nasceu para vencer”

Saiba os principais detalhes da coletiva de imprensa do técnico Renato Portaluppi

Publicidade

Após levar o Grêmio ao heptacampeonato estadual em vitória de 3×1 sobre o Juventude, na Arena, o técnico Renato Portaluppi concedeu uma concorrida coletiva de imprensa, que teve direito ao tradicional banho de água, gelo e isotônico por parte dos jogadores. Na entrevista, lembrou uma frase otimista do presidente colorado Alessandro Barcellos, falou da necessidade de mais reforços e rasgou elogios a Geromel:

Grêmio hepta

Primeiramente quero lembrar daquele grupo de 1968, que foram heptas pela primeira vez. Alguns estavam hoje no campo comemorando conosco e chorando. Título é sempre título. Não importa se é Copa do Brasil, se é Brasileirão, Libertadores ou Gauchão, título é título. Jogador faz história sendo campeão e treinador também

A derrota no Gre-Nal da primeira fase

Depois que perdemos o Gre-Nal no Beira-Rio, lembro que falaram que o Gauchão já era do Inter. Antes falaram que ia ser 4×0, 5×0. Calma. Falei para vocês depois do jogo que tinha que esperar, que iam chegar jogadores. Sempre falo para o meu grupo que desde o primeiro jogo é carne de pescoço, mas quando chegamos na final é filé, temos que aproveitar

Contratações e mais reforços

Os pontos positivos são as contratações que fizemos durante a temporada. A gente não se precipitou na janela de transferências. Sabemos o quanto vai ser importante trazer jogadores, mas já estamos conversando sobre isso. Queremos buscar mais reforços

Renato relembra declaração do presidente do Inter

Eu considero o Daronco um dos melhores árbitros do Brasil, mas se tivesse VAR aquele Gre-Nal teria sido diferente. A gente tem que gritar para alertar, nós queremos ganhar e os nossos adversários querem ganhar. Lá atrás o presidente do Internacional disse que iriam começar o ano ganhando o Gauchão. Aí veio esse Gre-Nal. A gente tinha que gritar também. Estamos atento a tudo

Geromel

É um ídolo, está na história do clube. Essa semana conversei dois, três dias seguidos com ele. Saber como estava, se estava se sentindo bem. Na quinta conversei com ele na minha sala. Eu senti que ele estava inseguro pela lesão. Mas eu disse ali para ele: você vai jogar. Se estourar, estourou. Mas é muito importante a presença dele. Disse para ele esquecer a lesão, que ele seria titular. Hoje jogou muito. É um cara que nasceu para vencer. Mas a renovação ou não, cabe a ele, aos dirigentes. Eles vão conversar

LEIA MAIS:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul