Renato admite que já pensou “várias vezes” em largar a carreira de técnico: “Uma hora cansa”

Treinador se mostra cansado com alguns temas frequentes no futebol brasileiro

Publicidade

Irritado depois da partida perdida de 1×0 para o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador, o técnico Renato Portaluppi reconheceu um certo “cansaço” com a profissão dentro do futebol brasileiro. Ele admitiu inclusive já ter pensado em largar a carreira e indicou que vários outros dos colegas seus também gostariam de falar o que pensam, principalmente sobre arbitragem.

“Já pensei várias vezes (em largar a carreira), mas preciso trabalhar. Chega uma hora que cansa. Estou falando hoje como treinador do Grêmio, mas 90% (dos técnicos) pensa da mesma forma que eu. Alguns se manifestam. Outros têm medo. Outros não querem se envolver. Os problemas continuam”, disparou, antes de elevar o tom:

“Querem que eu leve o futebol brasileiro a sério? Estou aqui por vocês (imprensa). Eu não deveria estar aqui. Se o presidente deixar, vai só a molecada disputar o Brasileirão. Vamos fazer os pontos necessários e colocar a molecada. Procuramos dar valor, mas nos dois jogos fora de casa vocês viram o que aconteceu”.

Renato reconheceu méritos do Bahia

Sobre a derrota, Renato não quis tirar os méritos do Bahia, mas citou alguns problemas que o Grêmio vem tendo, como o acúmulo de jogos e viagens:

“A gente não fez um bom primeiro tempo. Muitas vezes sou obrigado, por estarmos em três competições, o desgaste é grande. Não dá para trocar 11 jogadores. A gente quer vencer sempre, mas tenho mesclado o time. Precisamos pontuar no Brasileirão, que é longo e difícil. Hoje foi quase meio time diferente do jogo passado. O adversário se aproveitou. O Bahia não tem culpa, mas não jogou durante a semana e só esperou o Grêmio. O nosso time sente o cansaço e o entrosamento”, lamentou.

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas