fbpx

Quem fica? Inter tem quatro jogadores que já podem assinar pré-contrato com outros times; saiba cada caso

Direção colorada começará a lidar com a necessidade de promover renovações contratuais

Focado em enfrentar o Ceará e, depois, o Colo-Colo, por Brasileirão e Sul-Americana respectivamente, o Inter passa a ter a necessidade de definir o futuro de alguns jogadores importantes do elenco. Quatro deles estão com contrato por acabar em dezembro, algo que, a partir desta sexta-feira, por lei, gera a permissão de que possam assinar um pré-vínculo com qualquer outro time.

Do quarteto, o que menos preocupa é Carlos De Pena, que já manifestou a sua vontade de ficar por mais tempo no Beira-Rio. O seu vínculo de empréstimo no Inter se encerra em dezembro, no mesmo período do fim do contrato com o Dínamo de Kiev. Assim, ficará livre para negociar contrato mais longo no colorado.

Gabriel Boschilia, contratado em 2020, segue em recuperação de lesão no joelho e não há uma definição sobre o seu futuro neste momento. Como vinha sendo pouco aproveitado mesmo antes de se lesionar, existe a possibilidade de saída no fim do ano.

Os outros dois casos remetem a zagueiros. Rodrigo Moledo, que é adorado pela torcida, foi recentemente alvo de sondagem do Panathinaikos, da Grécia, clube que já defendeu na carreira. Gabriel Mercado também tem contrato por encerrar e ainda não foi procurado para renovar.

Não são apenas eles, do atual elenco do Inter, que têm contrato somente até dezembro com o clube. Nomes como Kaique Rocha, Liziero, Wanderson, Gustavo Maia e Wesley Moraes também entram na fase final de contrato, mas pertencem a outros times. No caso específico de Wanderson, o Inter já negocia a sua compra em definitivo. Gustavo Maia e Wesley Moraes não devem ficar.

CLIQUE NAS MANCHETES ABAIXO PARA LER MAIS NOTÍCIAS SOBRE O INTER:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas