Pedro Rocha gosta de Felipão, prioriza o Grêmio e vibrou com vitória na Copa do Brasil, afirma empresário

Atacante de 26 anos de idade está próximo de voltar mais uma vez ao futebol brasileiro

Sem muito espaço no Spartak Moscou, que o comprou do Grêmio em agosto de 2017, o atacante Pedro Rocha pode estar voltando ao Brasil exatamente para o clube que lhe deu projeção no início da carreira. Ao menos esta é a indicação tirada da entrevista do empresário Hamilton Bernard ao jornalista Juliano Britto, da Copero TV.

Segundo o agente, a prioridade é totalmente do Grêmio inclusive pela vontade do jogador, muito embora outros clubes brasileiros também tenham feito consultas – neste grupo, estão Inter e Bahia.

“Entre uma proposta milionária do Inter e uma muito menor do Grêmio, ele vai para o Grêmio. O Grêmio busca informação do Pedro sempre que abre a janela de transferências. O Spartak tem interesse em emprestar o Pedro Rocha pois sabe que vai aparecer e valorizar seu jogador aqui no Brasil”, colocou Bernard.

O “fator Felipão” também pesaria favoravelmente a Pedro, que foi lançado exatamente pelo atual técnico do Grêmio no início de 2015.

“O Pedro ama a Copa do Brasil, gosta do Grêmio e do Felipão. Foi o treinador que subiu ele da base. Ontem ele vibrou com a classificação do Grêmio. Queremos que tudo se resolva logo para o Pedro voltar ao Brasil, começar a treinar e ser inscrito nas competições”, acrescentou.

Em agosto de 2017, em meio à campanha do tri da Libertadores e depois de ter sido herói na final da Copa do Brasil no ano anterior, o atleta foi vendido ao Spartak Moscou, onde nunca se firmou. Pedro também não conseguiu se destacar nos empréstimos a Cruzeiro e Flamengo. Por iniciativa familiar, ele virou estátua na Avenida Goethe, em Porto Alegre.

  • Clique aqui para entrar no grupo 15 para acompanhar as notícias do Grêmio.
  • Clique aqui para entrar no grupo 28 para acompanhar as notícias do Grêmio.