Paulo Paixão admite autoria de áudio, se vê “sem ambiente” para seguir e pede demissão do Inter; clube solta nota

Experiente coordenador da preparação física colorada não seguirá trabalhando no Inter

Admitindo a autoria do áudio vazado com críticas ao elenco do Inter, dentre elas a definição de que Boschilia seria um “enganador”, Paulo Paixão procurou a direção do clube nesta segunda e pediu demissão do cargo de coordenador da preparação física.

Paixão, que era preparador físico no mágico ano colorado de 2006, retornou ao clube juntamente com o técnico Diego Aguirre em substituição à comissão técnica de Miguel Ángel Ramírez no último mês de junho.

Confira a nota oficial do Inter:

“O Sport Club Internacional comunica que o Coordenador de Preparação Física Paulo Paixão pediu demissão do cargo. O profissional procurou o diretor-executivo Paulo Bracks e alegou não ter mais ambiente para seguir no Clube.

Paixão lamenta o episódio da divulgação de um áudio privado e pede desculpas ao grupo de jogadores e ao Internacional. O Clube agradece pelos serviços prestados e deseja sorte na sequência de sua carreira.”

Receba as notícias do Inter em primeira mão: