O posicionamento do Inter sobre a ideia levantada por Renato contra o rebaixamento

Tema será discutido pelos demais clubes na reunião da CBF na próxima segunda-feira

Publicidade

O Inter, através do presidente Alessandro Barcellos, se manifestou em entrevista à Rádio Gaúcha sobre a possível “exclusão” do rebaixamento na Série A em 2024, em tema que foi defendido abertamente pelo técnico gremista Renato Portaluppi, ao SporTV, na última semana. O pensamento colorado é de que se trata de um assunto complexo, sem uma solução ideal.

“É um tema bastante complexo. Temos conversado com Grêmio e Juventude. O fato é que há um desequilíbrio. O Inter não apresenta uma solução porque não há. Nenhuma que poderemos apresentar será a ideal. Não há como acabar com o desequilíbrio sem criar outros problemas para o futuro. Por isso temos que conversar com os clubes. Temos que encontrar a solução juntos”, disse Barcellos, antes de acrescentar:

Veja também:
1 De 6.010

“Foi muito difícil conseguir o adiamento de duas rodadas. No debate da Liga Forte, conseguimos uma maioria e mobilizar outros clubes. Mas não é uma medida suficiente. Algo mais forte vai depender de outros clubes da Série A”.

Renato falou novamente

Em coletiva dada na última sexta-feira, Renato relatou que recebeu o apoio de outros treinadores brasileiros sobre esta ideia. E ainda pediu para a CBF “pensar direito” na reunião da segunda-feira com os demais clubes da Série A, onde o tema será debatido.

“Tenho falado, sim, com alguns treinadores, sem dar nomes. Eles têm sido solidários e têm o mesmo pensamento, de não ter nenhum clube rebaixado. A gente opina, mas não cabe a gente tomar essa decisão. Ela será tomada pelos presidentes dos clubes junto do presidente da CBF. A única coisa que posso falar é que pensem direito a respeito sobre essas decisões no próximo dia 27”, pediu Renato.

CBF não gosta da ideia

Inicialmente, a CBF indica ser contra a ideia de Renato, especialmente pela dificuldade de datas do calendário do ano que vem. Há algumas semanas, o presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, falou o seguinte sobre o rebaixamento no Brasileirão:

“Essa teoria eu não concordo. De imediato eu rechaço. Quando se faz uma competição, se obedece leis e princípios. E as competições têm interdependência umas com as outras. Quatro clubes sobem de divisão, quatro são rebaixados. Quem tem o bônus também tem que ter o ônus. Não se pode dizer ‘[um time] não vai ser rebaixado’ se [o mesmo time] puder ser campeão. Fere os princípios da moralidade”, afirmou, ao site Globoesporte.

Leia mais do Inter e do Grêmio:

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas