CBF aceita demanda dos clubes para o Brasileirão e toma medida que vai ajudar o Grêmio

Campeonato Brasileiro terá início no meio do mês de abril

Publicidade

Em Conselho Técnico na CBF nesta terça-feira visando o Brasileirão, o Grêmio e os outros 19 clubes que vão participar da Série A a partir do meio de abril aprovaram a ampliação da “cota” de jogadores estrangeiros a cada partida. Até então, o limite era de sete atletas nascidos fora do país, mas agora o limite passa a ser de nove profissionais por jogo.

A medida ajuda o Grêmio, que, atualmente, tem oito jogadores nascidos fora do Brasil que são utilizados com mais frequência pelo técnico Renato Portaluppi. São eles: Marchesín, Kannemann, Villasanti, Carballo, Cristaldo, Soteldo, Pavón e Besozzi.

No sistema anterior, Renato não poderia levar todo este grupo para o mesmo jogo e um deles necessariamente teria que sobrar. Agora, o Grêmio – e os demais clubes – passa a ter até a condição de buscar mais jogadores estrangeiros no mercado sem a preocupação da limitação.

Outra mudança para o Brasileirão

De acordo com o Globoesporte.com, outra mudança aprovada pela CBF é de que, a partir de agora, o clube que tiver gramado sintético será obrigado a liberar acesso para o visitante treinar no campo um dia antes da partida. Essas medidas, porém, contam apenas para o Brasileirão e não para outras competições organizadas pela CBF, como a Copa do Brasil.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas