Mano Menezes diz ser contra cavadinha em cobrança de pênalti: “Só é bonito quando é gol”

Técnico afirma que costuma aconselhar os seus jogadores de forma diferente

Publicidade

Você não verá os times de Mano Menezes cobrando pênaltis de cavadinha – a menos que algum de seus jogadores não cumpra uma ordem direta da comissão técnica. Em entrevista concedida nesta semana à TNT Sports, o experiente treinador brasileiro disse ser totalmente contra esse tipo de batida, falando até em “irresponsabilidade” de quem faz.

Mano, que treinou o Inter de 2022 a 2023 e o Grêmio de 2005 a 2007, afirma que não coloca o jogador para bater pênalti se, na véspera do jogo, ele indicar que vai cobrar de cavadinha:

Veja também:
1 De 5.923

“Cavadinha só é bonita quando é gol. Mas, quando não for gol, o torcedor não vai entender. Vai parecer uma irresponsabilidade. Eu não recomendo para jogador nenhum. Acho que cada um tem o seu jeito de bater, mas se um jogador meu, no treino, me dizer que vai bater assim, eu não coloco para cobrar”, disse Mano.

Recentemente, o Inter passou por isso com o erro do zagueiro Robert Renan diante do Juventude, no Beira-Rio, na semifinal do Gauchão. O defensor, pivô da queda, ficou de fora dos jogos recentes em casa, mas voltou nesta semana contra o Palmeiras e ganhou o apoio dos colegas – reveja aqui.

Mano Menezes sem clube

Meses depois de ser demitido pelo Inter em 2023, Mano foi contratado pelo Corinthians e chegou a abrir a temporada de 2024 no clube paulista, mas os maus resultados no começo do ano custaram o seu emprego. Hoje, está livre no mercado.

Leia mais:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas