Feliz pelo retorno, Luan já tem um primeiro candidato a “melhor amigo” na volta ao Grêmio

Atacante Luan está muito contente por ter efetivado a sua volta ao Grêmio

Publicidade

Em sua primeira semana de trabalho no Grêmio, clube pelo qual se consagrou com grandes conquistas, Luan não tira o sorriso do rosto e deixa claro o quanto está feliz por voltar ao tricolor. Já integrado aos treinamentos, ele vem participando das atividades com os demais colegas no CT Luiz Carvalho e tem sido visto na “resenha” especialmente com o também atacante Jhonata Robert.

O jovem ainda não atuou em 2023 por conta da nova lesão de ligamento no joelho que sofreu na reta final da Série B do ano passado. Já recuperado, também aprimora a forma física para ficar à disposição do técnico Renato Portaluppi o quanto antes.

https://twitter.com/soccergfbpa/status/1686927467951316993

Luan, em coletiva de apresentação na última terça-feira, usou a palavra “felicidade” para resumir o novo momento de sua carreira ao voltar ao Grêmio aos 30 anos. Ele não quis, no entanto, estipular uma possível data para a reestreia:

“A gente sempre teve uma relação muito boa, verdadeira um com o outro. Ele sabe como é ficar sem treinar com bola. Não tem data certa de reestreia. Renato falou para eu ir com calma, que tudo vai acontecer na hora certa. (O objetivo) é poder voltar com o grupo, treinar forte para retribuir em campo todo esse apoio da torcida. Estou bem fisicamente, o que falta é ritmo de jogo. Espero retomar o quanto antes”, colocou o camisa 7.

Luan tem contrato curto e salário reduzido

Na mesma entrevista repercutida acima, Luan deixou claro não ter se importado com o salário a ser recebido no Grêmio, que, pelas informações, é na casa de R$ 50 mil. Ele terá vínculo apenas até dezembro deste ano e uma eventual renovação para 2024 dependerá de análise interna do clube.

Leia mais notícias:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas