fbpx

Lisca questiona declarações de Falcão e dá outro ponto de vista sobre campanha do Inter em 2016: “Se tivesse chegado antes”

Ambos treinadores participaram brevemente da campanha fracassada do Inter no ano da queda

Ainda livre no mercado, estando sem clube na temporada de 2022, o técnico Lisca concedeu entrevista ao podcast Dus 2, dos jornalistas Geison Lisboa e Cristiano Silva, onde falou novamente sobre a fracassada campanha do Inter na temporada de 2016, ano até hoje do único rebaixamento colorado na história. Ele fez os últimos três jogos e acredita que a história teria sido diferente se tivesse sido chamado antes.

Nesse sentido, questionou uma declaração recente de Paulo Roberto Falcão, que fez apenas cinco jogos antes da chegada de Celso Roth:

“Era bem difícil escapar, mas era viável. Se a gente tivesse feito 7 pontos, tínhamos escapado. Eu costumo não falar que se chegasse antes daria para salvar, ninguém sabe. Mas vi o Falcão falar que se ele ficasse, o Inter não caia. Então vou falar também que se eu tivesse chegado antes, não cairia”, disse Lisca, antes de acrescentar:

“O Falcão fez dois pontos em 15, se o Inter tivesse ganho um desses jogos chegava na última rodada dependendo só de si. Quando a gente perdeu para o Corinthians, não dependia mais somente do Inter”.

A campanha de 2016 começou com Argel no comando, passou para os cinco jogos sem vitórias de Falcão, foi para Celso Roth e terminou com três jogos de Lisca. O rebaixamento acabou confirmado no empate em 1×1 fora de casa com o Fluminense na rodada final.

CLIQUE NAS MANCHETES EM DESTAQUE ABAIXO PARA LER MAIS NOTÍCIAS SOBRE O INTER:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas