Jornalistas citam traços de Bolsonaro em forte manifestação de Renato: “Só faltou o coro de mito”

Declarações do treinador gremista contra a imprensa repercutiram bastante nesta sexta-feira

Publicidade

Ao esbravejar contra a imprensa gaúcha e inclusive ameaçar “dar nomes” à torcida de jornalistas que estariam “falando besteiras”, o técnico Renato Portaluppi, na sua coletiva após a derrota de 4×2 do Grêmio para o Flamengo, lembrou a postura do presidente Jair Bolsonaro. Pelo menos esta foi a avaliação de alguns jornalistas gaúchos como Diogo Olivier e Luis Henrique Benfica.

Renato incorporou Bolsonaro na entrevista pós-derrota para o Flamengo. Cês não ficaram com a mesma sensação?“, escreveu o comunicador da RBS – veja o post:


Renato e Bolsonaro, aliás, já trocaram elogios mútuos e o presidente da República chegou a manter conversas com o técnico antes da volta do futebol, no meio de 2020, em função dos riscos da pandemia do novo coronavírus.

Segundo Benfica, Renato só faltou ser chamado de “mito” ao final de sua bombástica entrevista de quinta-feira:

Sobre a entrevista do Renato: só faltou o coro de “mito, mito!” no final“, postou.

Confira as principais falas de Renato na fatídica entrevista e o vídeo da coletiva logo abaixo:

“Enquanto eu estiver aqui, o Internacional nunca vai ter a ajuda do Grêmio. Eles têm um bom time, podem ser campeões, mas até lá, comentem o gesto do jogador deles (Galhardo). Faltam 6 rodadas. Quero ver o que vão estar falando daqui 4 ou 5 rodadas. E vão ver o Grêmio em mais uma final, enquanto eles estão na fila”
.
“Vocês tem que cobrar daquele jogador do Internacional, não vou falar quem, vocês sabem, que fez sinal de ”cheirinho”, faltando 6 rodadas, e ninguém cobrou dele. Cheirinho de título? Se algum jogador do Grêmio faz isso, cai o mundo”
.
“Eu não tenho medo de vocês da imprensa, não tenho. Se vocês continuarem falando besteira durante a semana, vou começar a falar o nome de vocês. Ai vocês se resolvem com a torcida do Grêmio. Existem muitos colorados na imprensa. E entendo que eles estão felizes. O sofrimento era grande. Era muito tempo sem Gre-Nal e é muito tempo na fila, sem título. E vão ver de novo o Grêmio em uma final”
.
“Eu não tenho medo de vocês da imprensa, não tenho. Se vocês continuarem falando besteira durante a semana, vou começar a falar o nome de vocês. Ai vocês se resolvem com a torcida do Grêmio”
.
“Nessa semana agora eu vou no Sala de Redação. Vou mesmo. Mas é o seguinte. Ao vivo, sem cortes. Duas horinhas, ao vivo. Quero ver me enfrentar”
.
“O Grêmio estaria bem vivo na briga pelo título se não fosse o que aconteceu domingo passado. Vocês estão esquecidos, mas eu vou ficar lembrando vocês do Gre-Nal. Um pênalti claro não dado no Ferreira e um pênalti que não foi do Kannemann. Estaríamos na briga e nos tiraram. Agora querem que o Grêmio vença os adversários do Internacional? O Internacional que faça a sua parte. E nós vamos lutar pelo G-4 e depois temos mais uma final pra disputar, mais uma final nesses quatro anos”

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)