fbpx

Jornalista rubro-negro ironiza Grêmio por promessa de não jogar com torcida: “Vale tudo para evitar nova goleada”

Renato Maurício Prado ironizou no Twitter a postura adotada pelo Grêmio sobre o jogo do dia 15

A postura adotada pela direção do Grêmio em anunciar que não vai jogar no dia 15, no Maracanã, caso o Flamengo tenha a sua torcida presente, gerou uma ironia do jornalista e torcedor rubro-negro Renato Maurício Prado. No Twitter, o profissional da comunicação indicou que a medida seria um indício de que o time gaúcho está com medo de levar outra goleada.

“Vale tudo para evitar mais uma goleada”, escreveu Renato em cima do link de uma matéria sobre o assunto – veja o post:

Ao site GZH, o vice-presidente jurídico gremista Nestor Hein deu mais detalhes do pensamento do clube em relação ao tema:

“É uma regra que todos nós aderimos. Se o Flamengo vender ingressos e tiver torcida no Maracanã, não devemos jogar. Essa foi uma posição passada pelo departamento jurídico para a presidência”, comentou.

No início desta semana, a Prefeitura do RJ liberou três eventos para o Flamengo nas seguintes condições:

1 – Flamengo x Grêmio – 15/09 (Copa do Brasil)

Capacidade: 24.783 pessoas (aprox. 35%)

2 – Flamengo x Grêmio – 19/09 (Brasileiro)

Capacidade: 28.324 (aprox. 40%)

3 – Flamengo x Barcelona de Guayaquil – 22/09 (Libertadores

Capacidade: 35.045 (aprox. 50%)

O Flamengo também anunciou, em nota, o porquê de não participar da reunião do Conselho Técnico da CBF nesta quarta-feira. A alegação do clube é de que “escapa à competência desportiva da CBF, está reservado às autoridades locais e colide com a decisão proferida pelo STJD”. O jogo de ida das quartas da Copa do Brasil terminou com derrota gremista de 4×0 dentro de casa.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas