fbpx

Após ser cotado no Inter antes de Aguirre, Lisca é demitido do Vasco depois de apenas 12 jogos

Treinador gaúcho durou bem pouco tempo na sua oportunidade no clube do Rio de Janeiro

Dois dias depois da derrota de 3×1 para o Avaí fora de casa na Série B, o Vasco da Gama oficializou a demissão do técnico gaúcho Lisca, que estava no América-MG antes deste desafio e chegou a ser cotado no Inter antes da chegada de Diego Aguirre. Sem sucesso, o profissional fez apenas 12 partidas pelo clube de São Januário até a saída.

“Estou passando aqui para me despedir de vocês do clube e agradecer a todos, aos funcionários, aos jogadores, colaboradores. E em especial ao Alexandre Pássaro, nosso gerente, e ao nosso presidente Jorge Salgado. São duas pessoas que tive o prazer de conhecer pessoalmente e vi como são pessoas diferentes nesse meio do futebol. A gente tentou de todas as maneiras buscar o objetivo do clube num curto espaço de tempo, no curto prazo que tinha para trabalhar. Infelizmente os resultados não vieram. O objetivo aqui era ter resultado a curtíssimo prazo. Como isso não aconteceu, hoje estou me desligando do clube”, disse Lisca em mensagem final – veja abaixo:

Contratado oficialmente no dia 20 de julho, Lisca durou um mês e meio no comando do Vasco. Neste período, a equipe disputou 12 jogos, venceu quatro, empatou um e perdeu sete. O clube está em 9° na Série B com 32 pontos.

Veja o comunicado oficial do Vasco:

“O Club de Regatas Vasco da Gama informa que Lisca não é mais o treinador do Clube. O profissional solicitou seu desligamento ao Departamento de Futebol nesta quarta-feira (08/09), antes do primeiro treinamento da equipe visando o duelo contra o CRB (AL), pelo Campeonato Brasileiro.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas