Interesse do Atlético-MG, investimentos do Grêmio e dependência de Maicon: a coletiva de Renato neste domingo

Confira o que disse o técnico Renato Portaluppi depois a derrota de virada na Arena para o São Paulo

Publicidade

Após a derrota de virada de 2×1 para o São Paulo, na Arena, pelo Brasileirão, o técnico Renato Portaluppi concedeu uma longa entrevista coletiva e abordou diversos assuntos, como o seu futuro no Grêmio, as finais da Copa do Brasil contra o Palmeiras e a importância de Maicon no time. Confira as aspas do treinador gremista:

Erros do time

“Os erros acontecem. A gente tem treinado, conversado, mostrado no vídeo. Sei que nosso torcedor está triste. Era um jogo em casa, concorrente direto. O que eu tenho falado para o grupo é que tenho dado chance para todo mundo. Quem se escala é o jogador. Temos mais um jogo com o Athletico, depois o Bragantino, e nesses dois jogos vamos decidir quem vai jogar contra o Palmeiras. Vamos procurar treinar mais para que os erros não aconteçam contra o Palmeiras”

Derrota para o São Paulo

“Fizemos um bom primeiro tempo, e no segundo tempo, de repente, deu um apagão. Foi mais demérito nosso do que mérito do São Paulo. Isso não pode acontecer contra o Palmeiras. Quando ganha, ganha todo mundo, e quando perde, perde todo mundo. A gente tem treinado, mostrado e corrigido, e continua acontecendo. É treinar mais porque se errar assim contra o Palmeiras, vai ser fatal”

Maicon

“A gente sabe que o Maicon não vai poder jogar os 90 minutos, vamos ter que treinar um jogador ali na posição dele. Não temos um jogador da característica do Maicon. Hoje, conversando, eu achei melhor tirá-lo. Mas a equipe não pode ser tão dependente do Maicon, ele não vai jogar sempre. Vamos reavaliar algumas coisas para não ficarmos tão dependentes”

Interesse do Atlético-MG e futuro no Grêmio:

“Eu prorroguei meu contrato por mais 30 dias para as finais. Uma coisa é você investir bastante, outra coisa é pés no chão, como a gente sempre trabalhou. A gente não investiu nada e estamos em duas de três competições. Isso tem que ser falado também. Meu único plano é terminar o Brasileiro e conquistar o título da Copa do Brasil. Depois, eu tenho uma conversa direta com o Presidente. Já conversamos no sorteio da Copa do Brasil. Quando acabar, a gente senta, troca ideias e vê o que vai acontecer”

Mais investimento:

“Tem que ter jogadores diferenciados pra ser campeão. A gente tem um grupo muito bom, mas não vai ganhar todas. Investiu? Cobra bastante. Não investiu? Tem que ter até um certo ponto pra se cobrar. Todo mundo quer ganhar. A cobrança (da imprensa), parece que o Grêmio investiu 200 milhões. Quer ganhar todas? Vamos investir mais. Vamos investir, e aí a cobrança pode aparecer”

Próximos passos

“Terça a tarde vou reunir com o grupo. O torcedor pode ficar tranquilo. O Grêmio vai se preparar. Vai ser outro Grêmio na final, pode ter certeza. Quem vai jogar? Quem se entregar e ficar focado”

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas