WhatsApp: +5551985261953

Inter solta nota oficial sobre caso envolvendo Edenilson; dirigente do Corinthians diz que a frase foi “mano, c…”

Confira mais desdobramentos do caso envolvendo o volante Edenilson, do Inter

Momentos depois do término de Inter 2×2 Corinthians, no Beira-Rio, pelo Brasileirão, o clube gaúcho se manifestou oficialmente condenando o ato racista denunciado por Edenilson por parte de Rafael Ramos, lateral-direito português da equipe paulista. A nota colorada chega a usar o termo “inadmissível”, expressando toda a indignação pelo episódio.

“Mais uma vez, um lamentável caso de racismo é registrado no futebol nacional. Desta vez, em nossa casa, contra um jogador do Internacional. Na partida deste sábado (14/05), pelo Campeonato Brasileiro, Edenilson relata ter sofrido injúria racial por parte de Rafael Ramos, atleta do Corinthians. É inadmissível que ainda ocorram fatos desse tipo em 2022, não há espaço para o racismo em nossa sociedade. O Clube do Povo reitera que repudia todo e qualquer ato de preconceito e apoia o seu atleta”, diz o Inter.

Daniel e Moisés comentam denúncia de Edenilson sobre racismo de Rafael Ramos, do Corinthians:

O Corinthians, através do dirigente Roberto Andrade, se posicionou na zona mista do Beira-Rio e a alegação é de que Ramos disse: “Mano, c…”. Andrade ainda disse que os dois atletas conversaram e se acertaram pós-jogo.

“Rafael Ramos foi ao vestiário do Inter pedir desculpas ao Edenilson pelo que ele teria dito: ‘Mano, ca****’. Nós acreditamos no que o Rafael disse. Ele não falou nada de ofensa racial, não é o perfil dele”, explicou o dirigente paulista.

Confira vídeos envolvendo a situação, inclusive com policiais indo ao vestiário colorado para ouvir o depoimento do camisa 8:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Inter

1 De 9