Inter cogita negociar estrangeiros para abrir mais espaço para contratações no elenco

Direção do Inter não limita as buscas de reforços apenas para o mercado interno

Publicidade

Em busca de reforços para a temporada de 2024, a direção do Inter não limita as buscas de jogadores apenas para o mercado interno ou para atletas brasileiros. Mesmo que tenha oito atletas estrangeiros no plantel, sendo que só 7 podem atuar nas competições nacionais, o clube olha normalmente para nomes de fora como possíveis contratações para o ano que vem.

Rochet, Hugo Mallo, Bustos, Mercado, Nico Hernández, Aránguiz, De Pena e Enner Valencia são os atuais gringos do elenco colorado no momento. Deste grupo, até por serem menos utilizados, Nico Hernández e De Pena são os mais cotados para uma liberação em caso de propostas.

O Inter já sabe, ao mesmo tempo, que deverá perder Aránguiz, Enner Valencia e Rochet no período da Copa América, quando o Brasileirão não vai ser interrompido. Assim, eventuais reforços estrangeiros estariam aptos para estas vagas.

Alguns nomes de fora do Brasil surgiram no radar do Inter nas últimas semanas, como o atacante argentino Lucas Alario, do Frankfurt e o meio-campista uruguaio Nández, do Cagliari. O também uruguaio zagueiro Bruno Méndez, que já esteve no Beira-Rio, também está na pauta.

Inter promete investir

Em recente participação no programa Os Donos da Bola-RS, da TV Bandeirantes, o presidente reeleito Alessandro Barcellos prometeu investir alto no futebol em 2024:

“A nossa possibilidade de investimento, agora, é muito maior. E eu falei isso durante a campanha. Nós vamos investir de 8 a 9 milhões de euros em jogadores. Nós vamos trabalhar com isso. Guardem esse número e me cobrem. Vamos gastar comprando atletas. Isso está no orçamento e será aprovado e votado na semana que vem no Conselho. É aumento na folha e no investimento”, assegurou Barcellos.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)