Inter cogita não utilizar a sua força máxima na próxima partida válida pela Sul-Americana

É possível que o técnico Eduardo Coudet preserve titulares de olho no Brasileirão

Publicidade

Após empatar em 0x0 com o Belgrano na Argentina pela estreia na Sul-Americana, o Inter terá tempo de preparação para o seu segundo jogo na fase de grupos da competição. Fora da final do Gauchão, o colorado joga novamente pela “Sula” na quarta-feira que vem, dia 10, às 21h, contra o Real Tomayapo-BOL, com possibilidade de time misto ou até reserva.

O foco do clube em 2024 será a disputa do Brasileirão, com estreia já no sábado que vem, 18h30, contra o Bahia em casa – saiba aqui a tabela detalhada do Inter no começo do nacional. Sendo assim, o colorado poderá “administrar” o jogo diante dos bolivianos na quarta, apesar da necessidade de vitória.

“Não é fácil jogar de visitante contra um adversário forte e que estava com o apoio dos torcedores. Temos uma semana cheia de trabalho e em casa temos que voltar a ganhar”, declarou o técnico Eduardo Coudet em sua última coletiva.

O Inter também tem a preocupação de recuperar todos os jogadores e entrar de “tanque cheio” no Brasileirão. Por conta disso, jogadores como Enner Valencia, Charles Aránguiz e Lucas Alario seguem recebendo atenção especial nos bastidores para estar em condições do jogo do Bahia em diante.

Leia mais do Inter:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas