Guerra garante: Renato não será demitido mesmo em caso de derrota para o Cruzeiro

Direção do Grêmio não irá promover troca no comando técnico agora

Aconteça o que acontecer na partida diante do Cruzeiro, logo mais, a partir das 18h30, no Centenário, em Caxias do Sul, o Grêmio terminará a noite com Renato Portaluppi no comando da equipe. Em coletiva concedida durante a manhã, o presidente gremista Alberto Guerra garantiu que não vai demitir o atual treinador mesmo em caso de eventual derrota.

“Eu tenho convicção que o Grêmio vai sair dessa situação. Isso me recorda muito a temporada de 2010. O Renato chegou na 14° rodada e hoje é o 14° jogo nosso. Naquele ano, tínhamos 13 jogos e 12 pontos. Hoje, temos 11 pontos, com dois terços do campeonato a serem jogados. É muita coisa pela frente. Independente do resultado de hoje, a gente confia muito no nosso treinador, no elenco”, prometeu Guerra, antes de ampliar:

Veja também:
1 De 6.124

“Temos jogadores voltando, temos alguns machucados. Vamos oferecer novos jogadores à comissão. Esperamos voltar para a Arena o mais rápido possível e o fator casa é fundamental. É muito duro jogar sempre fora. A gente confia muito nesse grupo e muito no treinador. Não tem ninguém melhor do que o Renato para tirar o Grêmio desta situação”.

Para Guerra, o Grêmio teve uma acentuada melhora no seu desempenho jogando em Caxias do Sul nas partidas recentes contra Fluminense e Palmeiras. Também por conta disso, ele acredita em um bom resultado diante do Cruzeiro logo mais:

“A gente não entra em jogo para perder e eu acredito em uma grande vitória hoje. O Grêmio melhorou jogando em Caxias, apesar de não ser a nossa casa. Os jogos contra Fluminense e Palmeiras nos dão esperanças em algo parecido. Nós sempre tivemos conversas francas com o Renato e concluímos que temos capacidade para tirar o clube desta fase. Lembrando que o Grêmio vai bem nas outras competições. Atual campeão estadual, classificado na Libertadores quando ninguém mais esperava e vivo na Copa do Brasil. Com tranquilidade, vamos sair desta situação”.

Reunião de Alberto Guerra com a Geral do Grêmio

No começo da semana, Guerra recebeu em seu gabinete da presidência algumas lideranças da Geral do Grêmio, que promete realizar protesto em caso de derrota para o Cruzeiro. Ainda assim, o presidente entende que o encontro foi muito positivo:

“Ninguém pode se acostumar a perder. Eu entendo a posição deles, que representam uma enormidade de torcedores. Desde que seja pacífico, sem prejudicar o patrimônio do clube, a gente respeita os protestos. Foi uma conversa boa, onde eles se colocaram ao lado do Grêmio. Vão seguir nos apoiando em todos os jogos para ajudar a equipe a sair dessa situação”, finalizou o mandatário.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Acesse o canal do nosso WhatsApp e ative o sininho para receber notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas