Por sonho de Renato, Grêmio teria que fazer a contratação “mais cara da história do clube” em 2023

Direção do Grêmio tentou atender uma grande vontade de Renato em 2023

Publicidade

Para tentar atender o principal desejo do técnico Renato Portaluppi em 2023, o Grêmio abriu a mão e decidiu investir no atacante Michael ao longo da temporada passada. O jogador, no entanto, acabou ficando no Al-Hilal, da Arábia Saudita, principalmente a partir da chegada do técnico Jorge Jesus, que já o conhecia desde os tempos de Flamengo.

Segundo o presidente Alberto Guerra, se Michel viesse teria sido potencialmente a contratação mais cara de toda a história do Grêmio. Na época, os valores que circulavam nas informações da imprensa eram na casa de 8 milhões de euros.

“Naquele momento (na metade de 2023), fizemos proposta pelo Michael. Muita gente critica quando a direção não se mexe, não tenta e tal, mas nesse caso nós fizemos essa movimentação. Talvez se tornasse a contratação mais cara, porém não foi possível trazê-lo. Os valores pedidos na época eram muito altos e não teve como”, declarou Guerra em recente entrevista ao jornalista Duda Garbi.

Grêmio supre carência com Soteldo

Já que não foi possível trazer Michael, o Grêmio foi buscar, já na abertura de 2024, o meia-atacante Soteldo junto ao Santos, que acabou sendo rebaixado em 2023. O venezuelano, por sua característica de velocidade e drible pelas pontas, também atende o que Renato quer para o time. Além dele, o outro jogador que já chegou oficialmente é o volante Dodi, também ex-Santos.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)