Após Soteldo e Dodi, dirigente do Grêmio diz quantos reforços devem chegar no início de 2024

Direção do Grêmio quer ser mais "pontual" na busca por reforços para o ano que vem

Publicidade

O Grêmio mira a temporada de 2024 a partir da chegada de reforços “pontuais”, sem tantas contratações como fez no começo de 2023. A ideia da direção é complementar posições específicas, mas aproveitar a base deixada pelo time que foi vice-campeão brasileiro. A tendência, segundo o vice de futebol Antônio Brum, é que cheguem “mais cinco ou seis”, além dos já contratados Dodi e Soteldo.

“Precisamos ser mais pontuais. Fizemos uma reformulação no ano passado. Para iniciar a temporada, talvez com mais cinco ou seis. Já trouxemos Dodi e Soteldo”, comentou Brum ao jornalista Adroaldo Guerra Filho, da Rádio Gaúcha.

Entre as posições buscadas, o clube quer mais um zagueiro, um novo lateral-esquerdo e principalmente um centroavante, já que ficou sem Luis Suárez para 2024. Antes da virada de ano, o uruguaio foi anunciado de forma oficial pelo Inter Miami, dos Estados Unidos.

Na continuidade da entrevista, Brum ainda falou sobre a época que começou a se preparar para ser dirigente do Grêmio a convite do presidente Alberto Guerra:

“Era um desafio muito forte. Comecei novamente a estudar, olhar o mercado para auxiliar ao presidente Guerra. Tínhamos um desafio muito grande de pegarmos um time que sofreu na segunda divisão e cumprir a promessa de tornarmos o Grêmio competitivo. E conseguimos fazer isso”, concluiu.

Leia mais do Grêmio:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)