Grêmio se incomoda com “foto na praia” e admite possível “multa pesada” para Soteldo

Meia-atacante venezuelano não se apresentou na data combinada pelo clube

Em coletiva concedida na concentração do Grêmio em Caxias do Sul, palco do jogo desta noite contra o Cruzeiro pelo Brasileirão, o presidente Alberto Guerra conversou com jornalistas nesta quarta-feira e admitiu incômodo com a situação de Soteldo, que era esperado pelo clube para participar da partida de hoje. Ele, que estava na Copa América com a Venezuela, pediu liberação por questões particulares em seu país no final de semana, quando chegou a postar foto em praia com amigos.

Segundo Guerra, Soteldo era esperado em Porto Alegre na segunda-feira à noite para poder treinar na terça pela manhã, viajando em seguida com o grupo para Caxias. A direção irá escutar a versão do atleta e não descarta aplicar “multa pesada”:

Veja também:
1 De 6.124

“Nós temos mantido contato com o Soteldo desde a Copa América, acertando a volta dele o mais rápido possível. Desde lá, ele alegou que teria problemas burocráticos na Venezuela e que precisava estar lá. Foi concedida a ele essa liberação. Ele jogou todos os jogos no torneio e demos para ele essa possibilidade de chegar a Porto Alegre na segunda de noite para estar presente no treino de terça pela manhã. O fato é que ele não se apresentou e não conseguimos ainda esclarecer as razões. Vamos escutá-lo”, disse Guerra, antes de acrescentar:

“Se a explicação não for convincente, vamos aplicar multa pesada nos seus vencimentos por essa falta grave. Ele chegou ao Brasil ontem por volta da meia-noite e desde então havia um avião disponível para a sua volta ao RS. Mas estamos sem teto em Caxias e outros aeroportos da região. A última informação que tive é que ele está para chegar a qualquer momento para se juntar à delegação”.

Segundo o presidente do Grêmio, o departamento de futebol do clube fez tudo o que era possível para colocar Soteldo à disposição da comissão técnica para o duelo contra o Cruzeiro, até pela importância de um bom resultado neste confronto.

“Fizemos tudo que estava ao nosso alcance para disponibilizar o Soteldo para o jogo contra o Cruzeiro. A foto dele na praia é algo que vamos conversar com ele. Não caiu bem. Mas não quer dizer que um problema burocrático vá tomar todo o seu dia e não possa ter momento de lazer. Mas o combinado com ele era que participasse do treino de terça pela manhã”, finalizou.

Presidente do Grêmio esclarece “silêncio”

Cobrado para dar mais entrevistas e esclarecimentos pós-jogos, Guerra explicou a “estratégia de comunicação” adotada pelo Grêmio em 2024 de não colocar nenhum dirigente para se manifestar depois das partidas:

“Estamos sendo cobrados pelas falas pós-jogo. Insinuações de que estamos recuando, que não queremos falar. Isso é uma estratégia de comunicação do clube. Desde o início do ano, os dirigentes não falam no pós-jogo. Na conquista do Gauchão, não falei depois da vitória. Existem momentos especiais, mas, se eu não me engano, o Grêmio é o último clube a deixar de falar pós-jogo. Isso não significa que eu não deva me dirigir ao torcedor. Mas faço a mea-culpa de que eu deveria em outras oportunidades ter me comunicado melhor à torcida”, finalizou.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Acesse o canal do nosso WhatsApp e ative o sininho para receber notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas