Grêmio opção? O que se sabe sobre o futuro de Marcelo Grohe após a saída do Al-Ittihad

Aos 37 anos, goleiro brasileiro se despediu nesta semana do clube da Arábia Saudita

Publicidade

Aos 37 anos, o goleiro Marcelo Grohe, ex-Grêmio, encerrou nesta semana uma trajetória de cinco temporadas vestindo a camisa do Al-Ittihad, da Arábia Saudita, onde havia perdido espaço desde o começo deste ano. O arqueiro, que é adorado pela torcida gremista, se despediu ao lado do atacante Romarinho na vitória sobre o Damac, na penúltima rodada do Campeonato Saudita.

Grohe, neste momento, ainda avalia opções e cenários para dar sequência à carreira. Até agora, o Grêmio não fez uma nova procura visando um acerto, até porque, recentemente, contratou Rafael Cabral, do Cruzeiro, para disputar diretamente a titularidade com Marchesín – que também chegou em 2024 – e Caíque, que já estava em 2023.

Veja também:
1 De 5.992

Em reta final de carreira, Grohe não descarta retornar ao Brasil mesmo que para algum outro clube fora o Grêmio. Mas também há a opção de permanecer fora do país e dar continuidade no futebol do exterior, onde tem mercado. No começo de 2024, ele esteve perto de se transferir ao Al-Shabab, também da Arábia Saudita.

Formado no Grêmio, o arqueiro se tornou ídolo da torcida por suas participações decisivas nos títulos da Copa do Brasil de 2016, na Libertadores de 2017 e na Recopa Sul-Americana de 2018. Sua saída ao Al-Ittihad ocorre exatamente no fim desta temporada de 2018.

Atual direção do Grêmio fez tentativa anterior

No começo do ano de 2024, após acertar a vinda de Marchesín, a direção do Grêmio explicou o caso de Marcelo Grohe e confirmou ter feito contatos para tentar o retorno. Na época, o vice de futebol Antônio Brum indicou que esta não era a vontade do goleiro no momento:

“Fiz três contatos deixando as portas abertas. No início da gestão, e ele acabou renovando na Arábia. Depois em outubro, para saber se voltaria ao Brasil ou não. Foi me dito que não tinha definição. E o último contato foi quando ele ficou fora da semifinal do Mundial. Todos diziam que ele tinha sido cortado por decisão técnica, mas ele sentiu lesão e não tinha nada definido sobre saída. Quando são feitos esses movimentos, que deixam as portas abertas para o jogador e mesmo com as notícias, o jogador não procurou o Grêmio, talvez não seja da vontade do jogador vir para o Grêmio. Nossa parte a gente fez”, disse Brum, na ocasião.

SAIBA MAIS:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas