Grêmio avalia a situação de Cavani e pode manter “era uruguaia” no seu setor de ataque

Atual jogador do Boca Juniors teria sido oferecido ao Grêmio nos últimos dias

Publicidade

Após se despedir recentemente de Luis Suárez, o Grêmio poderá ter outro uruguaio no comando do seu ataque para a temporada de 2024. Trata-se de Edinson Cavani, de 36 anos, que jogou a última temporada no Boca Juniors, da Argentina, onde foi vice-campeão da Libertadores. De acordo com informações do site Globoesporte.com, o jogador foi oferecido à direção gremista nas últimas semanas.

Cavani não ficaria distante dos valores possíveis no padrão atual do Grêmio, que ainda não formalizou nenhuma proposta e avalia a situação. No Boca, apesar do vice continental, a passagem de Cavani foi relativamente discreta, com 16 jogos e 3 gols. Por lá, tem contrato até o fim de 2024.

“Apesar da grife, as informações de valores que chegaram no departamento de futebol do Grêmio não assustam. O uruguaio é considerado viável dentro da realidade financeira atual. Mas, no momento, o Tricolor ainda não abriu conversas para negociar com o centroavante, que tem contrato até o fim de 2024 com o Boca Juniors”, diz matéria assinada pelo jornalista João Victor Teixeira.

Grêmio viveu novela Cavani

Há três anos, o Grêmio viveu uma longa “novela Cavani” que agitou bastante a sua torcida, na expectativa de ter, de fato, o cabeludo uruguaio na “centroavância” do time. Na época, a direção comandada por Romildo Bolzan Jr chegou a fazer consultas com o staff do atleta, mas não passou disso. Ele, na oportunidade, deixou o PSG e foi para o Manchester United.

Paralelamente, o Grêmio também trabalha para renovar o contrato do técnico Renato Portaluppi, que fez um pedido de aumento salarial e ainda negocia detalhes. Em 2024, o tricolor terá Gauchão, fase de grupos da Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)