Grêmio ainda não desiste de Michael e revela atitude interna tomada após polêmica com Ferreira

Direção do Grêmio, na pessoa do presidente Alberto Guerra, se posicionou sobre temas

Publicidade

Apesar de não viver um período financeiro dos mais fáceis, a direção do Grêmio segue trabalhando para melhorar o grupo e já olha para a janela do meio do ano, quando novamente avaliará o mercado em busca de opções. O nome sonhado pelo técnico Renato Portaluppi, que não veio até agora, é o do atacante Michael, do Al-Hilal, da Arábia Saudita.

Em entrevista concedida ao Globoesporte.com, o presidente Alberto Guerra admitiu que este jogador segue, sim, sendo monitorado:

“O futuro a Deus pertence, próxima janela é lá em agosto. Michael é um grande jogador, mas diria outros da posição. Obviamente ele é monitorado, seria um grande acréscimo. Mas, assim, futebol é muito dinâmico, todo dia as coisas mudam”, disse Guerra, antes de admitir problemas financeiros:

“É uma luta a cada mês. Não é um momento de tranquilidade total, porque todos os clubes, mesmo os maiores do Brasil, do ponto de vista econômico, precisam vender atletas para equilibrar as contas. No Grêmio não é diferente. E, se pegar as últimas janelas, o Grêmio não fez uma venda significativa. Isso afeta o caixa. Além do mais, a Série B deu uma diminuição de cerca de R$ 180 milhões nas receitas do clube. E as despesas não baixam na mesma velocidade. Então tem um desequilíbrio momentâneo”.

Caso recente de Ferreira no Grêmio

Há algumas semanas, o atacante Ferreira, ainda indisponível por conta de lesão, causou polêmica ao postar, na web, o print de um bilhete de aposta esportiva colocando dinheiro na vitória do Grêmio sobre o Caxias, no Gauchão. O fato causou polêmica e o Grêmio passou recomendações ao seu elenco sobre o tema:

“A gente tem passado comunicados internos, falado com os atletas sobre a questão das apostas para tomar muito cuidado com isso. Ainda mais quando sabemos de casos de jogadores que teriam entrado. Estamos bastante atentos. Confiamos nos nossos atletas e sabemos que não temos e não teremos isso, mas é importante ficarmos atentos. A idoneidade, a lisura, é fundamental para a confiança, manutenção de estrutura, atrair investimento, ter uma liga forte, atrair investidores”, disse Guerra, antes de terminar:

“Na verdade o regulamento da competição proíbe, passou despercebido por muitos, mas na verdade não foi o Grêmio que conduziu. Conduzimos uma circular lembrando das regras e comentando que não se envolvam em apostas. É proibido pela legislação, se atentem. Foi uma questão do marketing da patrocinadora do atleta, que fez e mandou para ele publicar, não era dele nem a aposta e nem o dinheiro, era uma ação. Passou despercebido essa modificação na legislação deste ano. Relembramos, conversamos, fizemos uma circular para deixar escrito para não termos mais esse tipo de problema”.

Leia mais:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas