fbpx

Grafite revela conversa com Edenilson e cita detalhes da postura do atleta do Inter: “Não quer prejudicar a carreira do Rafael”

Comentarista do SporTV deu novas declarações sobre o caso nesta terça-feira

Durante o programa Seleção SporTV desta terça-feira, o ex-jogador e atual comentarista Grafite, que também sofreu com casos de racismo na carreira, revelou ter conversado com Edenilson e contou detalhes do polêmico caso de sábado, no Beira-Rio, onde o camisa 8 colorado acusou Rafael Ramos, do Corinthians, de ter falado “macaco” em ato de injúria racial.

Grafite revelou que Edenilson segue “bem chateado” com a situação e também com a repercussão, já que algumas pessoas estão desacreditando da sua versão. O ex-jogador ainda falou que o volante do Inter mostrou preocupação em não atrapalhar a carreira do lateral do Corinthians.

“Ele está bem chateado com a situação. Além da situação de tudo o que aconteceu, da ofensa que sofreu, está chateado por causa da repercussão, muitas pessoas estarem querendo desacreditá-lo nessa situação. Ele está muito chateado com isso. Falou que vai focar no jogo hoje, tentar esquecer isso. Me falou que recebeu mensagens de muitas pessoas do Brasil afora, de torcedores do Corinthians e do Inter. Algumas pessoas dizendo que ouviu errado, que está surdo. Acaba trazendo uma sensação ruim para a pessoa”, comentou Grafite.

Grafite deu detalhes minuciosos do que ficou sabendo exatamente no momento que o duelo de sábado, pelo Brasileirão, encerrou em 2×2:

“Edenilson falou que tem certeza do que ouviu. Ele falou que na saída do jogo, até porque o Rafael havia sido substituído, o esperou no túnel e foi questionar de novo: ‘Você vai ter que assumir o que falou’. E a partir desse momento ele (Rafael) não falou mais nada, seguiu para o vestiário dele. E o Edenilson (foi) para o do Inter. Daqui a pouco, o Paulo Autuori vem falar com ele sobre o que queria fazer. O Edenilson falou para ele o seguinte: ‘Eu não quero prejudicar a carreira do Rafael. Quero que se desculpe pelo que falou para mim. Ele se desculpando, a gente resolve tudo isso’. A partir disso, o Autuori foi com algumas pessoas ao vestiário do Corinthians e trouxe o Rafael até o vestiário do Inter. Eles conversaram entre eles e acabou que deu tudo o aquilo que vocês já sabem”, ampliou.

Detido pela polícia, Rafael Ramos só deixou o Beira-Rio na madrugada de sábado para domingo após o pagamento de fiança no valor de R$ 10 mil.

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Inter:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas