Notícias do Inter e notícias do Grêmio | Zona Mista

“Faltam peças, tivemos um orçamento de R$ 4 milhões”, lamenta Roberto Melo

Ao mesmo tempo em que colocou a classificação à Libertadores de 2020 como “obrigação”, o vice-presidente de futebol do Inter, Roberto Melo, admitiu que “faltam peças” no elenco. Ele lamentou a falta de poder de investimento do clube ao longo da temporada de 2019.

Segundo ele, o orçamento girou na casa dos R$ 4 milhões para contratações, enquanto outros clubes se aproximaram dos R$ 200 milhões.

“No mínimo, é oportunismo dizer que falta futebol, pois uns dias atrás éramos todos elogiados por estarmos na Libertadores e na final da Copa do Brasil. Faltam peças. Não é desculpa, mas uma realidade. Enquanto a gente teve um orçamento de cerca de R$ 4 milhões para qualificar a equipe, outros clubes tiveram R$ 200 milhões. Não é desculpa, pois entendemos que temos um grupo qualificado. Depois da classificação (para a Libertadores), vamos analisar”, destacou, antes de falar da Libertadores:

“O tom de cobrança existe sempre. A obrigação é de todos. Não especificamente com jogadores, comissão técnica. A gente precisa reagir, precisamos buscar os pontos que nos faltam para a classificação (…) precisamos reagir, faltam oito jogos e todos temos compromisso de levar o Inter à Libertadores”.

O próximo adversário do Inter no Brasileirão é o Ceará, fora de casa, na quinta-feira, 19h30. O colorado é o 7° na tabela com 46 pontos. Veja um trecho da entrevista de Melo neste domingo:

Estamos no Telegram e WhatsApp (Link)

    Estamos também no Telegram:
  • Clique aqui para entrar no grupo para acompanhar as notícias do Inter
    Estamos também no WhatsApp:
  • Clique aqui para entrar no grupo 24 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 22 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 21 para acompanhar as notícias do Inter.

Publicidade