Ex-auxiliar de Felipão no Grêmio em 2021 relembra boato da época e diz: “Não teve nada”

Técnico Luiz Felipe Scolari segue na ativa e comanda atualmente o Atlético-MG

Publicidade

Em nova entrevista à imprensa gaúcha, desta vez concedida à Rádio Guaíba, o ex-auxiliar de Felipão e hoje treinador de futebol, Paulo Turra, lembrou da passagem que teve como assistente do Grêmio no ano de 2021. Esta temporada, como todos se lembram, foi marcada por diversos erros gremistas, que culminaram com o inesperado rebaixamento à Série B.

Durante a trajetória de Felipão no comando do clube em 2021, um boato que surgiu era de que havia um certo problema de relacionamento entre a comissão e alguns jogadores. E de que também havia divisão no vestiário entre jovens e experientes. Turra negou tudo isso:

Veja também:
1 De 6.015

“Essa história de problema de relacionamento entre comissão e jogadores, não houve nada. Falo com profissionais do staff até hoje, falo com Grando, com Darlan, Borja, Villasanti. Não teve problema nenhum”, afirmou Paulo Turra, que no ano passado treinou brevemente o Santos e antes o Athletico.

Felipão, naquela oportunidade, treinou o Grêmio logo depois da saída de Tiago Nunes, que teve início de campanha sem vitórias. O experiente treinador campeão do mundo em 2002 com a Seleção não conseguiu livrar o time da zona do rebaixamento e saiu após uma derrota de 1×0 fora para o Santos, dando posteriormente lugar a Vagner Mancini.

Ex-Grêmio, Felipão segue na ativa

Após deixar a área técnica no fim de 2022, Felipão topou ser diretor esportivo do Athletico, mas durou pouco no cargo e aceitou treinar o Atlético-MG no meio do ano passado após a saída de Eduardo Coudet. Ele segue comandando o Galo em 2024, naquele que poderá ser o seu último ano na carreira.

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas