fbpx

Ex-atacante do Grêmio diz que estilo de Felipão levará tempo e avalia “idas e vindas” de Ferreira

Christian, presente no elenco gremista entre 2003 e 2004, concedeu declarações à Rádio Gre-Nal

Na compreensão do ex-centroavante Christian, que atuou no Grêmio entre 2003 e 2004, os atuais resultados recentes ainda irregulares do clube se dão também pela mudança do estilo de jogo, que passou por muitos anos com Renato Portaluppi até chegar na forma de gerir de Luiz Felipe Scolari, o Felipão.

“O Grêmio sempre foi um clube com chegada, troca de passes e triangulações. A gente viu muito isso nos tempos do Renato no clube. Esse grupo é moldado pra isso. Os dirigentes tem que fazer uma avaliação e ver se o estilo do treinador se encaixa. É uma coisa que leva tempo, que não é do dia para a noite”, colocou o ex-atleta.

Christian, no ano passado, atuou na direção de futebol da Chapecoense e também tem atuações como empresário. Sob esta perspectiva, também avaliou na mesma entrevista as constantes idas e vindas de Ferreira e o seu agente Pablo Bueno:

“Conheço o Pablo, é um cara bacana, tenta fazer o trabalho dele que é defender o jogador e eu respeito isso. Jamais iria criticar. É o cara que está no dia a dia e que precisa defender o jogador. Mas são decisões internas do clube. Se o jogador te entrega, se ele é bom… temos o exemplo do Messi, um dos maiores da história, que saiu do Barcelona e o Barcelona precisou pensar no clube. Você precisa ter pessoas nos clubes para tomarem as decisões. Ninguém é insubstituível. Se não está bom, não está ok, vida que segue. O clube precisa decidir independentemente de empresário. O clube não pode ficar refém de nenhuma situação”, aprofundou o ex-jogador.

Em 18° lugar no Brasileirão com 16 pontos, o Grêmio volta a jogar apenas no domingo que vem, dia 12, em casa, diante do Ceará.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas