Entenda por que Renato não dará coletiva de imprensa depois da derrota do Grêmio no Gre-Nal

Clube confirmou que o treinador não vai dar a habitual coletiva depois do jogo

Publicidade

A torcida do Grêmio não vai poder ouvir as explicações do técnico Renato Portaluppi depois da derrota de 3×2 para o Inter, neste domingo, no Beira-Rio, pelo segundo turno do Brasileirão. Logo após o confronto, a assessoria do tricolor confirmou a ausência, pois Renato tem uma viagem agendada para o Rio de Janeiro – o clube ainda não divulgou a programação da semana, mas deverá dar folga aos atletas até pela nova agenda de Data-Fifa.

Desta maneira, quem falará em nome do Grêmio é o assistente direto de Renato, o auxiliar Alexandre Mendes, bem como o presidente Alberto Guerra. O treinador concedeu coletiva apenas na última sexta-feira, pela manhã, no CT Luiz Carvalho.

Veja também:
1 De 5.982

Assim que o árbitro Paulo César Zanovelli apitou o fim do jogo, o jogador gremista que concedeu entrevista à RBSTV foi o atacante Luis Suárez. O jogador, que disputou o último Gre-Nal da carreira, lamentou bastante a falta de concentração do primeiro tempo:

“Faltou concentração, num jogo assim tem que começar focado, não pode dar espaço. Nesse tipo de jogo paga muito caro. Demos de presente nos primeiros 10, 15 minutos. Procuro sempre fazer meu melhor para ajudar o time, hoje não foi possível, brigamos até o fim. Se quisermos ter a mínima chance de título, tem que ganhar esse tipo de jogo. Focar no próximo jogo para procurar ficar na zona dos quatro primeiros”, disparou o uruguaio.

Como Grêmio de Renato e Inter de Coudet ficam agora

Com este resultado, o Inter chega a 32 pontos e assume a 12ª posição do Brasileirão, cinco à frente do Z-4 e nove atrás do G-6. O Grêmio permanece nos 44 pontos, mas se mantém na terceira posição, em função dos tropeços de Palmeiras e Fluminense.

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas