Entenda o motivo que faz Luiz Fernando superar Ferreira na disputa por posição no Grêmio

Atacantes tem disputado posição, e o técnico Renato Portaluppi foi perguntado sobre a vaga

Publicidade

Contratado por empréstimo até o final da temporada junto ao Botafogo, o atacante Luiz Fernando, jogo após jogo, tem se firmado como o substituto de Alisson na extrema direita de ataque do Grêmio – o antigo titular ainda se recupera da lesão no tornozelo sofrida na polêmica partida contra o São Paulo no Morumbi.

Entre os torcedores e até mesmo parte da imprensa, os questionamentos começam a cair em cima do técnico Renato Portaluppi: por que Luiz Fernando e não Ferreira? E, após o 0x0 fora de casa diante do Goiás neste sábado, o treinador deu um motivo simples para a sua atual escolha. Atualmente, entende que Luiz Fernando “produz mais”.

“O Luiz produz um pouco mais que o Ferreirinha nesse momento. Ninguém conhece melhor os jogadores do que o próprio treinador”, resumiu, indicando que Luiz Fernando seguirá na vaga de Alisson.

Há, também, o entendimento interno de que Luiz Fernando contribui mais na marcação e na recomposição ajudando o lateral, que normalmente é Victor Ferraz por aquele lado. Ferreira, por sua vez, é um jogador mais agudo, de drible e de jogada individual.

Assim, Luiz Fernando novamente parte em vantagem para ser titular gremista na quarta, 19h15, fora de casa, diante do Santos, pela volta das quartas de final da Libertadores da América.

Outras declarações do técnico Renato Portaluppi depois de Goiás 0x0 Grêmio:

“A gente criou bastante oportunidades, tivemos chances de fazer o gol, principalmente no primeiro tempo. Faltou o último passe, faltou gol. A gente tentou a vitória, né. O segundo turno vai ser muito difícil pra todo mundo, são equipes brigando pelo título, brigando em outros campeonatos e até pelo rebaixamento. Eu gostei da minha equipe, os garotos foram bem”
.
“Quanto ao Jean Pyerre, na segunda-feira eu vou conversar com o departamento médico, com o grupo e ver quem tem as melhores condições pra jogar contra o Santos”
.
“Tem tanta coisa para acontecer no Campeonato Brasileiro, não só com o Grêmio mas como todos os times. São 9 pontos para o líder, mas 9 pontos são 3 jogos”
.
“Não tem jogo fácil, até por que a gente botou uma equipe totalmente diferente pra jogar. A gente tentou a vitória, o segundo turno vai ser muito difícil pra todo mundo”
.
“O Patrick já recebeu inúmeras oportunidades minha, hoje ele recebeu mais uma, é um jogador que tem um certo talento. Agora depende dele. Eu dou chance pra todos os garotos. Se os garotos querem andar, crescer na vida, eles tem que ser profissionais”
.
“Qualquer jogador pode jogar quarta-feira. O importante é que a gente volta, vou conversar com o Dep. Médico, saber da situação de todos os jogadores e, a partir daí, a gente vai definir a equipe que vai enfrentar o Santos”

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)