Distante de vaga na Libertadores, Inter perde três jogadores para a próxima rodada do Brasileirão

Derrota para o Coritiba deixou o Inter muito longe da competição continental

Publicidade

A derrota de 4×3 em casa para o Coritiba jogou um balde de água fria nos planos do Inter, que seguia sonhando com uma vaga para a próxima Libertadores. Agora, com 11 pontos atrás do G-6, a realidade indica uma briga por lugar na Copa Sul-Americana de 2024 e para o próximo compromisso os desfalques são grandes.

Na quarta-feira, a partir das 19h, o Inter reencontra o seu torcedor no Beira-Rio encarando o lanterna América-MG, que vem de derrota em casa também por 4×3 para o Grêmio. Por suspensão, Vitão, Mauricio e Johnny desfalcam o time de Eduardo Coudet. Renê, com lesão muscular na coxa esquerda, vai parar por cerca de um mês.

Veja também:
1 De 5.995

Assim, uma possível escalação do Inter nesta quarta-feira poderia ter Rochet; Bustos, Igor Gomes (Nico Hernández), Mercado e Dalbert; Rômulo, Aránguiz, De Pena, Alan Patrick e Wanderson; Enner Valencia.

Coudet chama a responsabilidade por derrota do Inter

Em sua coletiva pós-jogo, Coudet não quis responsabilizar os jogadores, nem mesmo o zagueiro Vitão, expulso por falta na entrada da área logo antes dos 10 minutos do primeiro tempo. O treinador assumiu a culpa do desfecho da partida:

“Não foi culpa de Vitão. Todos nós sofremos a expulsão e eu sou o responsável pelo que aconteceu com o time. Não é um jogador que é o responsável pela derrota”, afirmou.

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas