“Alguns precisam ter vergonha na cara”, dispara Renato sobre jogadores do Grêmio

Treinador gremista dividiu a responsabilidade com os seus jogadores

Depois da derrota de 2×0 para o Cruzeiro, no Estádio Centenário, nesta quarta, pelo Brasileirão, o técnico Renato Portaluppi subiu o tom da cobrança ao grupo de jogadores. Ele preferiu não citar nomes durante a sua coletiva de imprensa, mas afirmou que está faltando “vergonha na cara de alguns” e lembrou que o Grêmio não deixa “faltar nada” para os seus atletas.

“Eu tenho falado para eles que, nos últimos jogos, tenho vergonha de chegar no hotel (onde Renato mora, em Porto Alegre). Eu tenho vergonha na cara. O que eu falei para eles hoje (quarta-feira), alguns, não são todos, alguns também precisam ter vergonha na cara. Eles tem que saber o tamanho do Grêmio, onde estão. Eles têm tudo, não falta absolutamente nada. Agora, tem que ter entrega dentro de campo”, disse Renato, em coletiva recuperada pelo portal GZH.

Veja também:
1 De 6.111

“A minha parcela de culpa é igual a de todos. Aqui todo mundo é culpado quando perde e todos são merecedores quando a gente vence. Do presidente ao roupeiro. Não tem essa de apontar culpados agora. É seguir trabalhando e daqui a pouco os resultados vão aparecer”, ampliou.

Próximo desafio de Renato no Grêmio

Sem tempo para lamentar a nova derrota, mas ainda mergulhado na zona do rebaixamento do Brasileirão, o Grêmio joga agora pela Copa do Brasil, no domingo, às 11h, diante do Operário, em Caxias. Na ida, aconteceu um empate sem gols no Paraná.

“Nós vamos trabalhar para conseguir a classificação na Copa do Brasil. É um outro campeonato, mas isso aumenta a confiança do grupo. Tudo no futebol se resume a uma palavra só que se chama vitória”, projetou Renato após a última derrota.

LEIA MAIS DO GRÊMIO:

Acesse o canal do nosso WhatsApp e ative o sininho para receber notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas