D’Ale admite que queria mais chances com Coudet, mas não esconde: “Saída dele foi ruim, difícil para nós”

Meia argentino comunicou nesta segunda-feira que não vai seguir no Inter no ano de 2021

Publicidade

Amigos desde os tempos de River Plate no início dos anos 2000, Andrés D’Alessandro e Eduardo Coudet se reencontraram no Internacional neste ano e a relação de amizade, garante D’Ale, continuará intacta. O que ficou de frustração se resume ao campo, já que o jogador sentiu falta de oportunidades sob comando do velho conhecido.

LEIA MAIS – Como foi o tuíte que revoltou D’Alessandro após a derrota para o Fluminense no Beira-Rio

LEIA MAIS – Guerrero escreve longo recado a D’Alessandro e confessa: “Saiba que te aprecio muito, te respeito muito”

Em coletiva de imprensa concedida na tarde desta segunda-feira, quando comunicou oficialmente que não vai renovar com o Inter para 2021 e vestirá a camisa de outro time, o meia deixou claro que esperava ter tido mais minutos com Coudet na casamata:

“O que sei é que para o Celta de Vigo eu não vou (risos). O Coudet continua a ser meu amigo, mas respeito as decisões. A nossa amizade sempre ficou fora do campo e do dia a dia do clube. Eu gostaria de ter sido mais aproveitado, isso sim. Sempre fiquei à disposição até porque eu preciso respeitar primeiro o clube e depois os meus colegas. Ficar tanto tempo não me dá direito de passar da linha. Volto a repetir: gostaria de ter sido mais aproveitado porque me sentia pronto”, reconheceu.

A insatisfação pela falta de oportunidades em campo não tira de D’Ale, por outro lado, a certeza de que a saída de Coudet trouxe prejuízos ao elenco colorado:

“A saída dele foi ruim, foi difícil para o grupo. Não tem como não ter um momento de instabilidade e desorganização, porque foi embora um treinador que fazia o grupo conseguir resultado com desempenho e entrega dentro de campo”, admitiu.

Sem Coudet, o Inter apostou na volta de Abel Braga ao comando técnico, mas até agora os resultados não vieram. Em quatro jogos, o time saiu do 1° para o 4° lugar no Brasileirão e caiu nas quartas da Copa do Brasil para o América-MG. Na quarta-feira, às 21h30, o rival será o Boca Juniors, em Porto Alegre, pela ida das oitavas de final da Libertadores.

VEJA MAIS – D’Alessandro embarga a voz e se emociona em vídeo de despedida à torcida do Inter

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)