No aguardo do Beira-Rio, Coudet destaca “sobrevivência” do Inter fora do RS: “Supera a expectativa”

Confira as principais falas de Eduardo Coudet na coletiva deste domingo

O técnico Eduardo Coudet, em coletiva depois de Criciúma 1×1 Inter neste domingo, pelo Brasileirão, não escondeu a empolgação pela proximidade do retorno do Beira-Rio. Já no domingo que vem, às 18h, o colorado recebe o Vasco da Gama na volta oficial do estádio – antes disso, ainda visita o lanterna Fluminense no Rio de Janeiro na quinta-feira, às 20h.

Em coletiva, Coudet avaliou como positiva a “sobrevivência” do Inter na série de jogos que fez fora do Rio Grande do Sul desde a retomada do futebol. Momentaneamente, ainda com duas partidas a menos, o time é o 10° colocado com 18 pontos.

Veja também:
1 De 6.113

A trajetória do Inter jogando longe do RS

Foi muito boa nossa passagem longe de casa. Jogamos uns 12 jogos fora e seguimos vivo na competição. Eu reconheço o que está fazendo esse grupo. É muito difícil jogar sempre de visitante. Todos os times são mais fortes em casa, especialmente no Brasileirão. E alguns acabam tendo sequência ruim fora. Agora, vamos ver o que acontece para o próximo jogo

Cansaço do grupo e calendário

Queremos ser competitivos a cada jogo e obviamente o grupo está cansado. É indiscutível. Por isso eu digo que para valorizar o esforço que fazem nesta sequência de partidas. Vai ser muito difícil nos manter nas três competições, mas é o que temos. Vamos ver quem chega melhor para o próximo jogo

A “sobrevivência” do Inter de Coudet

Ainda temos dois jogos a menos. Obviamente queria ter ganho hoje, ganho na quarta, mas seguimos aí brigando. Esse tempo era para sobreviver e acho que a sobrevivência supera a expectativa que se tinha. Foi muito complicado tudo que vivemos. Viajar, recuperar, preparar o próximo jogo. E temos que competir

LEIA MAIS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas