fbpx

Comentarista da RBS diz que Diogo Barbosa lembrou Nilton Santos e que Luiz Fernando virou Garrincha na Arena

Diogo Olivier escreveu uma coluna repleta de elogios ao desempenho do Grêmio contra o Aragua

O comentarista Diogo Olivier, do Grupo RBS, não poupou elogios à grande exibição do Grêmio na goleada de 8×0 diante do Aragua, em casa, pela Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira. Em texto feito ao GZH, o comunicador destacou algumas individualidades como Diogo Barbosa e Luiz Fernando, ousando nas comparações.

O atacante, segundo Olivier, virou “Garrincha” pelos dribles e gols feitos. Já Diogo Barbosa pareceu Nilton Santos em sua análise:

“Diogo Barbosa parecia Nilton Santos. Luiz Fernando driblava feito Garrincha. Thiago Santos lembrou Beckenbauer. Rafinha virou Rafinha mesmo, assim como Maicon assinou como o velho Maicon. Não lembro, em mais de três décadas de profissão, um jogo de futebol tão fácil: 8 a 0. Só não virou em seis e foi a 12 por pena azul”, escreveu Olivier.

Na sequência do texto, ele ressalta a fragilidade do Aragua, que pouca resistência ofereceu ao tricolor:

“Parecia adultos contra crianças. Profissionais e amadores. Jogadores contra rebatedores de beisebol, o esporte mais popular da Venezuela, onde o Aragua deve ser rebaixado este ano, pela campanha que faz. Em meia-hora, já estava 6 a 0. O Grêmio fez cinco gols em 10 minutos”, disse, antes de finalizar:

“Além da ruindade do Aragua, cujos zagueiros não sabiam nem dar chutão para afastar a bola, os venezuelanos não pareceram nada inteligentes. Marcaram alto errado, correndo feito baratas tontas. Quando o Grêmio saía, tinha o campo aberto. Tentaram atacar, indo para cima. Claro que erraram passes à mancheia, dando gols de graça. Para completar, o Grêmio jogou bem, com intensidade e verticalidade, como quer Tiago Nunes. Deu para poupar titulares pensando no Gauchão. Uma chuva de gols, como se dizia. Venho insistindo: a Sul-Americana é um torneio interessante, fácil de ganhar. Taça, volta olímpica e grana boa em cotas”.

Embalado pelas quatro vitórias seguidas com Tiago Nunes, e pelos elogios de Olivier, o Grêmio volta a campo domingo, 16h, diante do Caxias, na Arena, pela volta da semi do Gauchão.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas