Cano cita Enner Valencia e resume classificação do Fluminense sobre o Inter: “Nos detalhes”

Atacante argentino foi decisivo na classificação do Fluminense para cima do Inter

Publicidade

Herói do Fluminense na classificação sobre o Inter, tendo marcado três dos quatro gols do seu time na semi da Libertadores, o centroavante Germán Cano concedeu entrevista à ESPN da Argentina para repercutir a passagem à final e citou o momento decisivo do jogo do Beira-Rio. Segundo ele, a perda de Enner Valencia cara a cara com Fábio, quando o Flu já perdia por 1×0, mudou o rumo do confronto:

“Quando Enner (Valencia) errou o gol cara a cara, por dentro eu senti que seria nosso. Não me perguntem por quê. Senti assim. Nos últimos 15 minutos, tivemos várias chances, mas não completamos. Mas, por sorte, depois fizemos, foi tudo muito rápido e lindo, pela forma como aconteceram as coisas”, declarou Cano.

Veja também:
1 De 6.010

Artilheiro da atual Libertadores com 12 gols, o goleador do Fluminense admitiu, no entanto, que a classificação em cima do Inter veio “nos detalhes”:

“Eu sempre disse que nossa equipe estava para competir de igual para igual com todos os times. Realmente fomos superiores ao Inter em detalhes, situações do jogo, e chegar a essa final é um grande prêmio para nós. Nunca desistimos. Estamos muito felizes”.

Fernando Diniz elogia Enner Valencia

Bastante criticado pela torcida do Inter, que o apontou como um dos responsáveis pela derrota, Enner Valencia ganhou apoio do treinador adversário, Fernando Diniz. Em coletiva, o também técnico da Seleção Brasileira elogiou o jogador equatoriano:

“A minha resposta é que o Enner Valencia é um excelente jogador, de Copa do Mundo. O cara que mais teve mérito para colocar o Internacional como semifinalista. Assim como nós temos Cano e John Kennedy. O time não perde por causa de um jogador e se o Internacional passasse seria merecido também”, opinou o técnico finalista da Libertadores.

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas