Bolzan revela se cogitou volta de Renato, explica “perda” de Giuliano e não vê Róger Guedes como solução

Presidente gremista participou de entrevista nesta tarde nas redes sociais do clube

Na quarta edição do “Papo com o Presidente” no YouTube oficial do Grêmio, Romildo Bolzan recebeu diversas perguntas enviadas por torcedores e não fugiu de nenhuma delas, tratando abertamente de nomes como Renato Portaluppi, Giuliano, Róger Guedes e muito mais – confira as principais falas do mandatário gremista.

Cogitou volta de Renato:

“Não chegamos a cogitar a volta do Renato. Tivemos situações que ele saiu, veio o Tiago e a situação de agora era necessário um perfil vinculado com o clube, com a capacidade de debate do clube. Renato tem isso sim. Mas não chegamos a avaliar de maneira direta”

GIULIANO:

“O Giuliano foi avaliado pelo Grêmio e o Corinthians chegou. Não era o foco do Grêmio. O estilo que precisávamos não passa por ele, apesar de eu gostar dele. Grande atleta e pessoa. Esse elogio é válido. Passou de maneira brilhante conosco”

WENDELL NA MIRA:

“Pra mim é novidade o fato dele querer voltar. Eu acho ele um grande lateral. Um grande jogador. Não tem absolutamente nada sobre isso. Mas acho um grande jogador”

RÓGER GUEDES:

“Nós podemos ter um outro perfil de jogador que desejamos. Sobrecarregar peças talvez não seja a melhor situação. O Róger Guedes nunca passou por avaliação mais apurada. O Grêmio não via no horizonte uma situação que, com esse jogador, pudesse ser a resolução de problemas”

VOLTA DAS TORCIDAS:

“Quando uniformizar as vacinações, acho que podemos trabalhar essa ideia para setembro. Está sendo discutido isso. A Conmebol já liberou. Mas no Brasil existe o conceito de que as praças precisam ser exercidas com reciprocidade. Que a praça do visitante também possa ter torcida”

GOLEIROS:

“O Paulo Victor teve uma boa participação no campeonato de 2019, defendeu os pênaltis no Gauchão. Teve o seu papel. Mas com o tempo se perde o espaço. Faz parte. O Vanderlei foi uma solicitação do treinador na época. Chapecó e Brenno têm 21 anos. E graças a Deus tiveram chances nesse ano e desempenharam. O Adriel também é muito bom goleiro. Isso nos dá tranquilidade para não contratar um novo goleiro”

  • Clique aqui para entrar no grupo 26 para acompanhar as notícias do Grêmio.
  • Clique aqui para entrar no grupo 27 para acompanhar as notícias do Grêmio.