fbpx

Bloqueado por D’Alessandro, Nego Di se defende após crítica polêmica: “Não falei coisa pesada”

Humorista deu entrevista nos últimos dias ao jornalista Alê Oliveira, do Esporte Interativo

Em entrevista concedida na última semana ao comentarista Alê Oliveira, do Esporte Interativo, o humorista Nego Di repercutiu a polêmica crítica feita a Andrés D’Alessandro, logo depois da derrota de 1×0 do Inter para o Grêmio, no Gauchão, em Caxias do Sul, quando chegou a dizer que o argentino era um “câncer em campo”.

Após a grande repercussão do vídeo, o ídolo e capitão colorado resolveu bloquear o comediante nas redes sociais:

“Teve o Gre-Nal, na volta, e acho que quando o cara é torcedor e o time está na b… não tem que apoiar. Tem que ficar brabo. E eu externei isso nas redes. Aí teve uma represália da galera que é muito colorada, muito fã e muito fanática. Teve o jogador (D’Alessandro) que me bloqueou”, lamentou Di, antes de concluir.

“Ficou brabo. Não falei coisa muito pesada. Falei que ele já estava se arrastando, que é um câncer. Fui leve assim, sabe. Tem uma história bacana, mas não está mais jogando b… nenhuma, fiasquento, só quer brigar. Fica enchendo e quando vão pra cima se esconde. Se ele é colorado, como diz, vai ajudar mais fora de campo do que dentro. Homem velho, pai de família, fazendo fiasco”.

As críticas de Nego Di a D’Alessandro

Em tom de brincadeira, Di fez duras críticas aos jogadores colorados pelo desempenho na derrota no clássico do Centenário. D’Ale, Moisés, Saravia e Guerrero foram os principais alvos:

“O D’Alessandro… O D’Alessandro é um câncer! Chega, não dá mais, tem que largar. Ele não fala sempre que gosta da torcida do Inter? Então, se gosta, tem que pedir pra sair”, disparou.

Mantendo o tom de voz característico de suas piadas, ele fala outras coisas como “aquele Moisés deveria estar com Aids, tinha que apanhar mais” e “o Saravia deveria se atirar da ponte de Cachoeirinha, sem água embaixo, e se matar”.

Relembre:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas