fbpx

Barcellos esquece rivalidade e garante que não torce pelo rebaixamento do Grêmio: “Para o futebol gaúcho, seria ruim”

Presidente colorado falou à Rádio Bandeirantes sobre a delicada situação que vive o rival

Se falou sério ou foi apenas um despiste, só ele mesmo poderá responder. Mas, a julgar pela entrevista dada à Rádio Bandeirantes na tarde desta quarta-feira, o presidente colorado Alessandro Barcellos não está torcendo pelo rebaixamento do Grêmio, que é o 18° colocado com 16 pontos no Brasileirão.

Na visão do mandatário colorado, uma eventual queda rival seria ruim para o futebol gaúcho:

“A gente tem uma preocupação voltada ao Inter e para o que nós precisamos fazer. Essa rivalidade e as questões de ambiente ficam mais para o torcedor e para a cultura do futebol gaúcho. Mas não influencia o nosso planejamento e o nosso cotidiano. Quem faz futebol sabe as dificuldades a serem enfrentadas. Para o futebol gaúcho, a gente entende como importante que as equipes da Série A possam permanecer. Independente da rivalidade, que sempre vai existir, mas fica para o torcedor”, disse, antes de acrescentar:

“Eu acho que, para o futebol gaúcho, seria ruim. Seria bom ter até quatro equipes na Série A. Reforçaria o estadual inclusive. Colocariam o nosso futebol em patamar acima. Como dirigente, gosto que as competições tenham as melhores equipes”.

Após o primeiro Gre-Nal do Brasileirão, empatado em 0x0 na Arena, o próprio Barcellos fez uma provocação em cima da condição de lanterna do Grêmio na tabela – relembre como foi aqui.

Em seus próximos compromissos no Brasileirão, o Inter pega o Sport fora de casa no dia 13, sendo que o colorado é 10° com 23 pontos. Já o tricolor tenta reagir contra o Ceará, dia 12, em casa.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas