Aguirre explica mudanças na escalação, nega discussão entre Moisés e Patrick e mira Corinthians: “Sem tempo para chorar”

Confira todos os principais detalhes da coletiva de imprensa de Diego Aguirre após Inter 1x1 Bragantino

Decepcionado com o empate sofrido nos acréscimos, mas já focado no Corinthians domingo também no Beira-Rio às 16h. Assim pode ser resumido o técnico Diego Aguirre pelo que apresentou em sua coletiva de imprensa após Inter 1×1 Bragantino, onde explicou a entrada de Kaique Rocha na zaga, descartou uma possível discussão entre Moisés e Patrick e falou sobre outros temas. Na tabela do Brasileirão, o Inter é 6° com 40 pontos – veja abaixo o resumo da coletiva de Aguirre.

Saídas de Patrick e Moisés no intervalo

“É normal que jogadores sempre falem. O relacionamento de Moisés com Patrick é excelente. São muito amigos. Tirei eles, não tem nada a ver com isso [discussão entre os dois]. Patrick sentiu um desconforto. Moisés também vem com uma sequência de muitos jogos”

Dourado no domingo

“Rodrigo Dourado tem boas possibilidades de jogar domingo. Hoje ficou fora, mas não significa que está fora do próximo jogo. Teremos algumas horas para tomar essa decisão. Sabemos a importância de Rodrigo Dourado. Ele quer muito estar domingo dentro de campo”

Kaique Rocha no lugar de Mercado

“Gabriel Mercado vinha em uma sequência de jogos, mas vai estar 100% domingo contra o Corinthians. E precisávamos dar a oportunidade a Kaique Rocha, que vinha treinando bem. Ganhamos um jogador hoje”

Reflexos do empate

“Estamos no G-6, é algo bom. Em outro momento dá pra comemorar, mas não hoje. Mas temos que rapidamente pensar, não temos tempo para chorar. Estamos a dois dias de um jogo muito importante com o Corinthians. Temos que transformar essa dor em rebeldia, em atitude”

Se Yuri Alberto ficar suspenso

“Perdemos por lesões nossos centroavantes. Não só Vini e Cadorini, mas também Guerrero. Ninguém imaginava essa situação, mas temos em mente algumas situações caso Yuri receba o terceiro cartão”

Receba as notícias do Inter em primeira mão: