A resposta de Renato em coletiva quando perguntado se está “desmotivado” no Grêmio

Treinador garante que segue sendo o "mesmo Renato" de sempre

Publicidade

O técnico Renato Portaluppi garante que segue sendo o “mesmo Renato” de sempre, embora o momento instável do Grêmio com três derrotas seguidas no Brasileirão. No sábado, depois do tropeço de 3×0 para o São Paulo no Morumbi, o treinador foi perguntado em coletiva se estava sem confiança e desmotivado com o atual trabalho.

Ele negou esta ideia e aproveitou a ocasião para dar um recado à imprensa gaúcha, pedindo mais união em prol da dupla Gre-Nal:

Veja também:
1 De 5.992

“Eu sou o Renato sim. Se eu não fosse o Renato, já tinha pedido para ir embora. Mas deixa eu falar uma coisa. É uma crítica construtiva para a imprensa do Sul. Estamos no G-4 há muito tempo e no início do campeonato achavam que iríamos brigar para cair. Ao invés da imprensa se unir em prol do futebol gaúcho, eu vejo uma briga interna de vocês que parece que vocês torcem mais ver para a dupla Gre-Nal perder para vocês criarem polêmicas”, disse Renato.

“Por que vocês não se unem mais e torcem mais para o futebol gaúcho crescer? Parece que o Grêmio no G-4 incomoda alguns de vocês. E outros ficam felizes que o Inter está brigando na parte inferior da tabela. Essas pessoas precisam entender que Inter e Grêmio indo bem garantem o emprego de vocês. Porque aí tem Libertadores, Copa do Brasil, Sul-Americana, Série A. Mas parece que isso incomoda. A imprensa precisa melhorar nesse sentido e procurar ajudar mais”, acrescentou.

Renato conversa com dirigentes

Nesta segunda-feira, o Grêmio se reapresentou no CT Luiz Carvalho e Renato foi flagrado tendo conversa com alguns dirigentes na beira do gramado – reveja aqui. Agora em 6° com 44 pontos, o time volta a jogar na quarta-feira, 21h30, diante do Flamengo, em casa, pelo Brasileirão, sem Suárez, suspenso.

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas