Bolzan cita a melhor contratação que fez no Grêmio e admite que errou ao demitir Renato: “Faria diferente”

Ex-presidente voltou a falar de temas do clube em uma nova entrevista

Publicidade

Afastado da vida política do Grêmio desde novembro de 2022, quando passou o bastão para Alberto Guerra, o ex-presidente Romildo Bolzan voltou a falar do clube em entrevista ao jornalista Alex Bagé, em conteúdo publicado no YouTube. O ex-mandatário relembrou o seu começo no cargo em 2015 e avaliou que a melhor contratação feita nos 8 anos foi a do meia Douglas:

“A melhor contratação eu vou dizer que foi o Douglas, o nosso maestro. Pela convivência, pelo jeito dele, por ser irreverente, espontâneo. Jogou um enormidade no Grêmio. Deu o retorno dele, do jeito dele”, afirmou Bolzan, no começo da entrevista.

Em relação ao seu pior ano, o de 2021, que gerou a queda de divisão, Bolzan admite que se precipitou ao tirar o técnico Renato Portaluppi do cargo antes mesmo do começo do Brasileirão:

“Quando vivemos a crise técnica de 2021, apesar da final da Copa do Brasil que fizemos em março com o Palmeiras, aí saímos na pré-Libertadores, enfim, eu deveria ter botado mais avaliação e debate na saída do Renato. No contexto formado, na situação criada e no declínio técnico, eu não avaliei corretamente que aquele era o melhor momento da transição. Por toda a consequência gerada”, afirmou, para depois concluir:

“Tu faz a montagem do elenco a partir de um treinador. E quando o técnico está próximo e vinculado, qualquer rompimento gera fragilidades. Foi um equívoco. Um equívoco coletivo, mas eu assumo a bronca, a caneta era minha. Eu não faria aquilo de novo. E eu disse isso ao Renato quando ele retornou. A gente não faria grandes campeonatos naquele ano, mas com segurança não cairíamos”.

A entrevista do ex-presidente do Grêmio:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul