“Ficam no camarote fechado”: a incomodação de Coudet com jornalistas identificados

Técnico do Inter, porém, não quis citar nomes durante a sua coletiva de imprensa

Publicidade

A vitória de virada de 2×1 sobre o Bahia neste sábado, no Beira-Rio, na estreia do Inter no Brasileirão, trouxe um visível alívio para o técnico Eduardo Coudet, que vinha pressionado pela sequência de quatro jogos sem vencer. Além disso, o triunfo diante dos baianos fez Chacho, sem citar nomes, desabafar contra alguns jornalistas identificados como colorados.

“Alguns jornalistas dizem que são torcedores do Inter. Gera bom clima com isto? Alguns não estão contentes. Muitos que falam, comentam, não estão entre os torcedores na arquibancada. Os torcedores cobrariam se estivessem. Ficam no camarote fechado ou numa sala longe da torcida”, disparou.

Coudet seguiu pedindo para a torcida não consumir m… e declarou que não via motivo para uma pressão tão grande como se criou na última semana:

“Não me parece que aconteceu algo tão drástico para o clima de pressão. Perdemos um jogo no ano. Não sei se já teve algo assim anteriormente. Claro que todos querem ganhar e isso eu entendo. Se olharmos para o que aconteceu na quarta, chutamos 34 vezes. Queremos um jogo mais fluído e esta tensão que tem nos atrapalha no início. Na quarta, a bola não entrou. Foi inacreditável não ganhar aquela partida”, disse, em relação ao empate sem gols em casa contra o Real Tomayapo, na quarta, pela Sul-Americana.

“Tem quatro ou cinco jornalistas aqui que me assassinam. Nunca fui desrespeitoso com vocês. Em 2020, me fritavam o tempo todo. Hoje acontece o mesmo. É a verdade. Sou o pior treinador do mundo para eles. Mas os números não mostram isso. Temos que acreditar, ir junto. Entendo o torcedor, mas o único que peço é que apoiem durante o jogo. Depois, podem cobrar”, ampliou Coudet.

Coudet com trabalho pela frente

Um pouco mais aliviado no Inter, Coudet já terá uma semana intensa de trabalho pela frente com novo jogo na quarta-feira. Em duelo válido pela segunda rodada do Brasileirão, o colorado visita o Palmeiras na quarta-feira às 20h.

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas